Uma das atrações da Volkswagen no Salão de Detroit (Estados Unidos), que abre as portas ao público no próximo dia 20, é uma versão esportiva do Passat exclusiva para o mercado norte-americano. Baseado na configuração R-Line, o modelo traz visual mais agressivo e a motorização VR6 de 283 cv de potência e 35,6 kgfm de torque, conectada ao câmbio automático de seis velocidades.

O motor de 3.6 litros conta com seis cilindros dispostos em um ângulo de 10.6º, enquanto os V6 convencionais têm ângulos de 45º, 60º ou 90º. O consumo médio declarado de gasolina é de 8 km/l na cidade e 11,9 km/l na estrada.

Por fora, o Passat GT exibe faróis de LED com iluminação diurna, para-choque dianteiro com acabamento preto brilhante nas entradas de ar e grade com frisos vermelhos inspirados no Golf GTI, além de teto e retrovisores pintados de preto.

O sedã conta ainda com rodas de liga leve de 19 polegadas modelo Tornado, aerofólio traseiro, lanternas escurecidas e escapamento com uma ponteira cromada em cada extremidade do para-choque.O toque de esportividade também é aplicado no interior, que recebeu acabamento na cor preta e apliques imitando fibra de carbono.

O Passat fabricado e vendido nos Estados Unidos está uma geração atrasada em relação ao modelo comercializado na Europa (e importado para o Brasil). O sedã norte-americano é ligeiramente maior e possui detalhes de acabamento exclusivos. A versão GT estreará no mercado local no segundo semestre por US$ 29.940 (cerca de R$ 93.700 em conversão direta).

Fotos: Divulgação