Depois de planos frustrados nos últimos anos de implantar uma fábrica no Brasil, a JAC Motors, aparentemente começará a produzir veículos no país. E não será na alardeada planta em Camaçari, na Bahia, mas sim no estado de Goiás, segundo Eduardo Fontes, Secretário de Desenvolvimento do Estado, em entrevista exclusiva para a Agência AutoData.

O acordo deverá ser selado no dia 18 de dezembro e, a partir desse momento, a fabricante chinesa poderá utilizar a unidade fabril em Itumbiara, na divisa com Minas Gerais. O local foi ocupado pela Mitsubishi Motors do Brasil produzir o Suzuki Jimny, cuja produção foi transferida para Catalão (GO).

Procurada pela AutoData, a JAC não confirma que produzirá em Goiás ou que tenha adquirido a fábrica, embora confirme que procura por uma cidade para se instalar e afirme que mantém o compromisso com Camaçari. No entanto, após as mudanças na política de importação de veículos e a elevação da tributação, a JAC cancelou os planos e abortou o investimento de R$ 1 bilhão.

O anúncio deve ser feito antes da virada do ano por uma questão de impostos. Como a empresa foi habilitada no Inovar-Auto com o projeto de Camaçari, não precisou pagar os 30 pontos adicionais de IPI na sua cota de 4,8 mil carros por ano, assim, caso não apresente uma nova fábrica antes do fim do ano, terá que pagar os impostos de todos os veículos vendidos entre 2013 e 2014.

Segundo a AutoData, além de Goiás, a JAC mantinha negociações com Bahia, Rio de Janeiro e Rio Grande de Sul. Segundo o governo goiano, a decisão foi tomada pelo fato de Goiás já ser um polo automotivo, com a presença da Suzuki, Mitsubishi e CAOA. Durante o lançamento do T40, o presidente da JAC, Sérgio Habib, havia dito que o modelo deveria ser o primeiro montado no país, o que deverá se confirmar em fevereiro, com a chegada da variante automática.

Informação: AutoData