Uma das empresas que aposta no futuro dos carros autônomos é a Uber. Além de trabalhar em tecnologias que garantam que o carro possa rodar de maneira segura sem a interferência de um motorista, a Uber também está focada em criar soluções para resolver outros tipos de problemas, como o enjoo de passageiros. Enjoo? Sim, aquela sensação de náusea comum em alguns pessoas que andam de carro.

Para isso, a empresa de serviços de transporte já solicitou a patente de tecnologias capazes de eliminar esse mal estar. A informação foi publicada pelo jornal The Guardian.

De acordo com a publicação britânica, estão entre as criações telas que indicam para o passageiro qual serão as próximas ações do carro, assentos móveis, fluxo de ar direcionado ao rosto e outras partes do corpo, além de diversos recursos. A ideia da Uber não é reproduzir os movimentos do carro, mas sim “distrair” o cérebro do passageiro enquanto o carro se movimenta.

“Com o advento da tecnologia dos veículos autônomos, a atenção do piloto pode ser focada em atividades alternativas, como trabalho, socialização, leitura, escrita e coisas similares”, diz a empresa no documento de pedido de patente”, menciona a Uber no pedido de patente.

Já que o tema é veículo que dirige sozinho, aproveite e confira a coluna Não vai ter carro autônomo”publicada aqui no Carsale.

Imagem: Divulgação