O bólido da Ferrari com o qual o alemão Michael Schumacher venceu o o Grande Prêmio de Mônaco em 2001 foi vendido esta semana por U$S 7,5 milhões (cerca de R$ 24 milhões). Leiloado na Contemporary Art Evening Sale da Sotheby’s em Nova York, o valor superou as expectativas já que esperava-se arrecadar cerca de U$S 4 milhões (aproximadamente R$ 13 milhões) com o modelo do alemão heptacampeão mundial de F-1.

De acordo com os organizadores do leilão, parte do valor arrecadado será destinado à fundação Keep Fighting de Schumacher. O modelo em questão, identificado como chassi #211 é equipado com um motor de 3 litros que entrega cerca de 900 cv de potência. O peso do carro é de 600 kg.

O recorde anterior para um leilão de carro de F1 aconteceu em 2005, quando um modelo da Ferrari 2004, também pilotado pelo alemão, foi arrematado por de U$S 3,19 milhões (cerca de R$ 10,2 milhões).

Michael Schumacher, sete vezes campeão de F1 se aposentou das pistas em 2012 e sofreu um grave acidente em 2013, quando esquiava com a família nos Alpes franceses. A situação do real estado de saúde do alemão segue em sigilo.

Imagens: Divulgação