O Latin NCAP, Programa de Avaliação de Veículos Novos para a América Latina e o Caribe, divulgou nesta quinta-feira (16) o resultado dos testes de colisão do Renault Kwid. O compacto da marca francesa fabricado no Brasil recebeu três estrelas na proteção do ocupante adulto (total de 28,85 pontos de 34) e três estrelas na proteção do ocupante infantil (33,87 pontos de 49).

Sendo assim, o desempenho do Kwid nos testes foi superior ao do Chevrolet Onix, modelo mais vendido do Brasil e ao do Ford Ka – ambos zeraram na proteção do adulto e receberam três estrelas para proteção infantil. O Fiat Mobi também ficou atrás do Kwid em termos de segurança, já que recebeu apenas uma estrela para adulto e duas para crianças.

De acordo com o comunicado oficial do Latin Ncap, “o Kwid mostrou uma proteção frontal adequada e proteção marginal contra impactos laterais com uma proteção fraca no peito do adulto”. Ainda segundo o relatório, no impacto lateral, a estrutura do Kwid evitou atravessar, de forma excessiva, a barreira de impacto lateral que, combinado com o airbag do tórax lateral, conseguiu manter as lesões dos adultos por baixo da alta probabilidade de risco de vida. Já em relação aos ocupantes crianças, os testes laterais mostraram proteção adequada.

No entanto, o Latin NCAP ressalta que mesmo oferecendo sistema Isofix para fixação de cadeirinhas infantis, o Kwid não conta com interruptor para desativar o airbag frontal do passageiro, caso seja necessário instalar um Sistema de Retenção Infantil (SRI) voltado para trás. “Isso e a falta de cintos de três pontos em todas as posições explicam a qualificação de três estrelas para a proteção infantil”.

Imagens: Divulgação