A Toyota apresentou na Tailândia a primeira reestilização da oitava geração da Hilux, lançada em 2015. As mudanças concentradas na dianteira, aparentemente inspiradas na Tacoma (variante norte-americana da Hilux), deixaram a picape com uma aparência mais agressiva e robusta. Além do visual atualizado, a Hilux vendida na Ásia ganhou a inédita versão de apelo off-road Rocco.

As principais alterações estão na grade hexagonal, que substitui a peça com frisos horizontais, e no para-choque dianteiro com vincos e tomada de ar maior. Os faróis de neblina são contornados por um friso cromado nas versões mais caras. O interior da picape, entretanto, não foi alterado.

Já a versão Rocco traz visual mais esportivo, semelhante ao da série SR Challenge recém-lançada no Brasil, com a aplicação da cor preta em detalhes da carroceria e nas rodas de 18 polegadas com desenho exclusivo. O modelo será oferecido na Ásia nas variantes de cabine dupla ou estendida (inexistente na América do Sul).

A Hilux Rocco é equipada com o motor 2.8 turbodiesel de 179 cv de potência e 45,8 kgfm de torque, conectado a um câmbio manual ou automática, ambos de seis velocidades. A versão é dotada de tração 4×4 com reduzida.As outras configurações da picape são oferecidas com o 2.4 turbodiesel de 168 cv e 40,7 kgfm ou o 2.7 a gasolina de 152 cv e 25 kgfm.

O facelift ainda não foi confirmado pela Toyota brasileira, uma vez que a Hilux acaba de chegar à linha 2018 por aqui ainda com o visual antigo. É possível que essas mudanças estreiem no mercado brasileiro apenas no ano que vem, na linha 2019.

Fotos: Divulgação