Lançado em 2015, na China, Landwind X7 ficou conhecido pelo polêmico visual copiado do Range Rover Evoque. Dois anos depois da sua estreia, o SUV chinês passou por uma reestilização que ainda o deixa parecido com o modelo inglês – o que deve ter irritado novamente os executivos da Land Rover, que já ameaçaram processar as fabricantes chinesas Changan e Jiangling por uso indevido de propriedade intelectual.

A atualização visual é discreta, concentrada em retoques na grade e no para-choque dianteiro, enquanto os faróis ganharam novo arranjo de luzes diurnas de LED. Na traseira, a tampa do porta malas e as lanternas foram redesenhadas.

Custando, em média, três vezes menos que o Evoque, o Landwind X7 é um projeto desenvolvido por uma parceria das marcas Changan e Jiangling. O modelo é equipado com um motor de quatro cilindros 2.0 turbo a gasolina de 190 cv de potência, fornecido pela Mitsubishi. As transmissões disponíveis são a manual de seis marchas e a automática de oito velocidades.

Fotos: Divulgação