Enquanto não ganha a versão aventureira Outsider no Brasil (prevista para 2018), o Renault Kwid estreia uma série especial com visual de apelo off-road na África do Sul. Batizada de Xtreme, a edição posicionada acima das variantes Expression e Dynamique traz detalhes estéticos exclusivos que reforçam a aparência de “SUV subcompacto”.

Por fora, o Kwid Xtreme exibe apliques cromados nas extremidades dos para-choques e na tampa do porta-mals, rodas de liga leve de 14 polegadas, barras longitudinais no teto e para-barros. Internamente, o carrinho ganhou apenas um novo revestimento nos bancos dianteiros.

O Kwid vendido na África do Sul é equipado com o mesmo motor de três cilindros 1.0 SCe do modelo fabricado no Brasil, porém, movido apenas a gasolina. O propulsor gera 68 cv de potência e 9,3 kgfm de torque – contra 66/70 cv e 9,4/9,8 kgfm (gasolina/etanol) do carro brasileiro.

O preço sugerido é de 149.900 randes (cerca de R$ 35.115 em conversão simples). Já as versões Expression e Dynamique partem de 124.900 (R$ 29.260) e 134.900 (R$ 31.600) randes, respectivamente.

Vale lembrar que o Renault Kwid vendido na África do Sul é fabricado na Índia, o mesmo que zerou os testes de colisão do Global NCAP, equipado apenas com o airbag do motorista e sem freios com ABS e os reforços estruturais do modelo brasileiro (que possui quatro airbags).

Fotos: Divulgação