O EcoSport 2018 não é a única novidade da Ford para o mercado brasileiro neste ano. Depois de atualizar a gama do SUV compacto com mais equipamentos de segurança, novos motores e câmbios, tecnologias inéditas e retoques visuais, a marca prepara uma renovação do New Fiesta.

Flagrado em testes, o hatch deixou escapar algumas pistas de como serão as alterações no seu visual. Com base nos flagras e informações apuradas pela equipe do Carsale, o designer Kleber Silva elaborou uma projeção. Como é possível notar nas imagens da galeria abaixo, o principal destaque é a grade dianteira redesenhada e detalhes cromados nos acabamentos dos faróis, seguindo o padrão da nova geração lançada no ano passado na Europa (e ainda sem previsão de chegar por aqui).

Por dentro, o New Fiesta receberá as mesmas melhorias de acabamento promovidas no EcoSport 2018, incluindo o painel com material macio ao toque e volante revestido de couro (este nas versões mais caras). O compacto também ganhará novos equipamentos, com destaque para a nova central multimídia SYNC 3.

Para deixar o New Fiesta mais competitivo, a Ford adotará a mesma estratégia usada no EcoSport: oferecer um pacote de equipamentos de série mais recheado desde as versões de entrada. Tudo indica que hatch deverá trazer de fábrica sete airbags e controles de estabilidade e tração.

A principal novidade na linha 2018 do New Fiesta será a estreia do motor Dragon 1.5 de três cilindros, lançado no EcoSport. O propulsor gera até 137 cv de potência e 16,1 kgfm de torque com etanol. Com o novo motor, o hatch deverá receber o novo câmbio automático de seis marchas com conversor de torque para substituir a transmissão PowerShift de dupla embreagem. Dessa forma, a Ford daria início à produção do motor Dragon no Brasil, atualmente importado da Índia.

Já a moderna motorização EcoBoost 1.0 turbo de três cilindros de 125 cv e 17,3 kgfm, por ora movida apenas a gasolina, deve ficar restrita às versões topo de linha do New Fiesta.

De acordo com uma fonte ligada à Ford consultada pelo Carsale, no próximo ano a marca lançará o Ka reestilizado e, finalmente, começará a importar o esportivo Mustang para o Brasil já em janeiro de 2018. Além disso, a Ford também está de olho no segmento de SUVs médios e estuda uma opção para este nicho, que ficaria posicionado entre o EcoSport e o Edge.

Imagens: Kleber Silva

Projeções:Kleber Silva, 25 anos, é designer gráfico, apaixonado por carros, miniaturas, filmes e músicas. Portfólio:https://www.behance.net/designerklebers