Um dos modelos mais longevos do mercado nacional, o Hyundai Tucson está à venda no país desde 2005. O fim da produção foi cogitadaàs vésperas do Salão do Automóvel de São Paulo, pois já esperava-se que o SUV perderia vendas para o novato Creta.

A assessoria de imprensa da Hyundai-CAOA, responsável pela produção e venda do modelo no país, descartou a aposentadoria do Tucson, anunciando que o SUV passaria por melhorias para seguir competitivo. Mas essa estratégia parece não ter surtido efeito,segundo o site Autos Segredos, do jornalista Marlos Ney Vidal.De acordo com a publicação, o Tucson deixou de ser fabricado em Anápolis (GO) apesar de a fabricante mantê-lo em seu site – aparentemente até o fim dos estoques nas concessionárias.

Em nota enviada ao Autos Segredos, a Central de Relacionamento da Hyundai-CAOA disse que “O veículo mencionado em seu e-mail ainda é comercializado, no entanto, não sabemos se daremos continuidade as vendas deste modelo, orientamos que consulte a disponibilidade da venda em nossas concessionárias homologadas”.

O Hyundai Tucson ainda é oferecido em duas versões. A de entrada com preço sugerido de R$ 69.990 e a TOP por R$ 79.900. Ambas são equipadas com o motor 2.0 16V flex, que gera até 146 cv de potência e 19,6 kgfm de torque quando abastecido com etanol. O câmbio é automático de quatro velocidades com opção de trocas manuais na alavanca.

Após a publicação da matéria, a assessoria de imprensa do Grupo CAOA entrou em contato com nossa reportagem para esclarecer que “continua produzindo o modelo Tucson em sua fábrica de Anápolis. Nesse sentido, não procede a informação de que a empresa paralisou a produção do veículo.”