Mais de um ano depois de ter sido apresentado oficialmente, o Bugatti Chiron finalmente começou a iniciar a guerra por recordes de velocidades. Desta vez, o hiperesportivo foi conduzido pelo ex-piloto de Fórmula 1 colombiano Juan Pablo Montoya para bater o recorde de tempo necessário para alcançar os 400 km/h partindo da imobilidade até a parada total do carro.

Foram necessários apenas 41,96 segundos e 2.621 metros de pista para alcançar o feito. O Chiron levou somente 32,6 segundos para chegar aos 400 km/h.

Segundo a Bugatti, “este é o tempo mais rápido já alcançado e medido oficialmente para esta manobra com um veículo de produção em todo o mundo, e representa o primeiro passo para um novo recorde mundial de velocidade para veículos de produção que ocorre em 2018″. A prova foi supervisionada e oficialmente certificada pela SGS-TUV Saar, líder mundial em inspeção, teste, verificação e certificação.

“O Chiron é um supercarro que exige toda a sua atenção quando você está atrás do volante. Ao mesmo tempo, me deu um sentimento de segurança e confiabilidade que eu estava totalmente relaxado e realmente me diverti durante os meus dois dias com o carro”, disse Montoya.

O piloto colombiano também teve a oportunidade de melhorar seu histórico de velocidade pessoal de 407 km/h, alcançado com um carro de Fórmula Indy, atingindo 420 km/h a bordo do Bugatti Chiron. Montoya está ansioso para a tentativa de registro de velocidade mundial do próximo ano. “Espero que a Bugatti me convide para o seu recorde mundial com o Chiron. De qualquer forma, estou guardando a data no meu calendário”.