A Dacia, subsidiária romena da Renault, revelou imagens da segunda geração do Duster. O SUV, vendido no Brasil sob o emblema da marca francesa, será apresentado ao público no Salão de Frankfurt, na Alemanha, no dia 12 de setembro, quando serão revelados os detalhes técnicos e de equipamentos.

As maiores mudanças do novo Duster foram feitas na plataforma, que recebeu reforços estruturais para atender aos rígidos padrões de segurança do mercado europeu e receber novas tecnologias. Embora o desenho externo seja bastante parecido com o do modelo atual, a carroceria cresceu cerca de 10 centímetros para ampliar o já bom espaço interno.

Apesar das mudanças visuais, o SUV mantém as linhas robustas que são uma das suas marcas registradas. As alterações incluem nova grade frontal, faróis redesenhados com LEDs de condução diurna e capô com vincos mais pronunciados. Na traseira o que mais chama a atenção são as lanternais bastante parecidas com as do Jeep Renegade. Algumas versões serão equipadas com rodas de liga leve de 17 polegadas.

Diferentemente do que foi cogitado há alguns meses, a Dacia descarta criar uma versão de sete lugares pela complexidade da adaptação da plataforma sem comprometer as capacidade fora-de-estrada (no caso, das versões com tração 4×4).O novo Duster manterá na Europa as motorizações a gasolina 1.2 turbo (110 cv) e 1.6 aspirada (125 cv) e 1.5 turbodiesel (110 cv), com opções de câmbio manual ou automatizado de dupla embreagem.

A chegada do SUV ao Brasil ainda é incerta com a chegada do recém-lançado Captur. É possível que a fabricante aposte em versões de apelo off-road do novo Duster a partir do segundo semestre de 2018.

Fotos: Divulgação