A procura pelo Renault Kwid parece estar fazendo efeito na concorrência. A Fiat anuncia em seu site o preço promocional de R$ 35.990 para o Mobi Like 1.0, cujo preço de tabela é de R$ 39.780. O desconto de R$ 3.790 é válido até o dia 31 de agosto.

A versão de entrada Easy 1.0 mantém o preço de R$ 34.210, mas não oferece itens como ar-condicionado e direção hidráulica nem como opcionais.
Mesmo com a redução no preço, o Mobi Like ainda é R$ 1 mil mais caro que a versão intermediária do Kwid, a Zen (R$ 34.990). Ambos são equipados de série com ar-condicionado, vidros dianteiros elétricos e os obrigatórios airbags frontais e freios com ABS. Mas o Renault traz airbags laterais, dois pontos Isofix no banco traseiro e direção elétrica ante a assistência hidráulica do Fiat. Em contrapartida, o Mobi Like conta com regulagem de altura da coluna de direção, conta-giros no painel e banco traseiro bipartido.

O Mobi é movido pelo motor de quatro cilindros Fire 1.0, que gera 73/75 cv de (gasolina/etanol). O propulsor 1.0 de três cilindros do Kwid entrega números menores de potência (66/70 cv), mas o Renault compensa essa diferença por ser 160 quilos mais leve que o rival.

Apesar dos preços competitivos (de R$ 29.990 a R$ 39.990), o Kwid ainda está bem longe de bater os números de vendas do Mobi em 2017. Enquanto o Fiat já registrou mais de 3.600 emplacamentos em agosto, o Renault comercializou apenas 440 unidades no mês. No acumulado do ano, o Mobi soma mais de 33.600 unidades vendidas contra 796 do Kwid, que começou a ser comercializado em junho em regime de pré-venda.

Fotos: Reprodução site Fiat