A última unidade do Dodge Viper está saindo da linha de produção em Detroit. A Fiat Chrysler Automóveis anunciou no ano passado o final da história do superesportivo. O último carro será vermelho.

As vendas em baixa nos últimos anos são o principal motivo para a extinção da “víbora”, que viu a demanda crescer 33% nos últimos meses graças aos entusiastas que buscam as últimas unidades do esportivo, mesmo com o preço inicial na casa dos US$ 90 mil.

Após vender apenas 760 unidades do Viper em 2014, a FCA anunciou no ano seguinte que deixaria de fabricar o modelo (a marca iria atender os pedidos já feitos), o que disparou o número de encomendas pelos últimos carros. A demanda foi tão grande que a marca teve de interromper as encomendas durante um período em 2016.

Uma concessionária da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, chegou a reservar 135 carros, criando por conta própria uma edição especial que foi bastante disputada pelos clientes.

Desde a metade do ano passado, a Dodge lançou quatro séries especiais do esportivo: Viper 1:28 Edition ACR, Viper Snake Skin Edition GTC, Dodge Dealer Edition ACR e a Viper GTS-R Commemorative Edition ACR. A última foi limitada a 100 unidades com o mesmo esquema de pintura do Viper GTS-R GT2 Champion Edition e equipada com o motorzão 8.4 V10 de 653 cv de potência e 82,9 kgfm de torque.