A Hyundai começa a mostrar o novo Santa Fe, que deve chegar ao mercado em 2018 como ano-modelo 2019. É a primeira renovação radical do SUV médio-grande desde que o grandalhão Vera Cruz foi aposentado, fazendo do Santa Fe o topo da gama em termos de tamanho e a única opção com 5 ou 7 lugares.

As fotos, que começam a se espalhar pela imprensa automotiva internacional, mostram um exemplar ainda camuflado, mas que já revela boa parte da personalidade do novo Santa Fe. O aspecto mais importante é a adoção do que a Hyundai chama de “iluminação composta”, em que o conjunto óptico frontal é dividido em três partes: no topo há um filete para as luzes diurnas e as setas; no meio, os faróis propriamente ditos; e na parte inferior do parachoque vão as luzes de neblina.

 

A tendência de dividir o conjunto óptico em três camadas causou surpresa quando surgiram as primeiras imagens do atual Jeep Cherokee, em 2013, mas normalizou-se desde então (pense no Fiat 500L, no Citroën C4 Picasso e até no Nissan Juke). É um arranjo que está presente também no ainda inédito Kona, SUV compacto que a Hyundai deve lançar nos Estados Unidos para combater modelos como Honda HR-V, Mazda CX-3 e o novato Toyota C-HR. Seu posicionamento de mercado ficará sob o Tucson, que por US$ 22.700 (cerca de R$ 71 mil em uma conversão direta) é a atual opção inicial da gama de utilitários esportivos da marca nos Estados Unidos (principal mercado da Hyundai).

A renovação do Santa Fe faz parte de um pacotão de novos SUVs que a Hyundai pretende apresentar nos próximos anos, e que inclui — além do já citado Kona — um modelo de entrada (que, em tese, seria menor até que o nosso Creta) e um “suvão” posicionado acima do Santa Fe (ou seja, um verdadeiro substituto para o Vera Cruz).

Ainda não há informações técnicas sobre o novo Santa Fe, que hoje é oferecido nos Estados Unidos com motores 2.0 em versões turbo (243 cv) e aspirado (188 cv) e parte de US$ 24.950 (R$ 78 mil) e US$ 30.800 (R$ 96,3 mil), nas configurações de 5 e 7 lugares. No Brasil, a atual geração do suvão conta apenas com a versão de sete lugares e parte de R$ 196.702.

Fotos: Autoblog