A Volkswagen anunciou nesta segunda-feira (14) o investimento de R$ 2,6 bilhões na fábrica da Rodovia Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP). O aporte contempla o desenvolvimento e fabricação do novo Polo, que estreia em novembro, e do sedã Virtus, previsto para ser lançado no primeiro trimestre de 2018. A Volks ressalta que até 2020 serão investidos R$ 7 bilhões no Brasil.

Em visita à linha de produção da nova geração do Polo, o Carsale pode confirmar com funcionários que o hatch será oferecido com três opções de motorização: a topo de linha 1.0 TSI dotada de turbo e injeção direta (116/ 128 cv com etanol e gasolina) , além da 1.0 MPI e 1.6 MSI, com calibrações específicas para o hatch. Dependendo da configuração, o Polo terá opção de câmbio manual de cinco marchas ou automático Tiptronic de seis velocidades (para as variantes 1.6 e 1.0 TSI).
O motor 1.0 MPI ainda não teve a potência declarada, mas rumores da imprensa especializada afirmam que o propulsor ganhou 2 cv extras em relação aos 82 cv da versão que equipa os compactos up!, Gol e Fox. A foto abaixo mostra que o Polo 1.0 atingiu a nota máxima nos testes de consumo do Programa de Etiquetagem Veicular do Inmetro.

Ainda com exclusividade o Carsale acabou com o mistério sobre o interior do novo Polo nacional. As imagens mostram os detalhes da cabine e o design interno das versões 1.0 MPI e da topo de linha 1.0 TSI na galeria abaixo.A Volkswagen já revelou que o novo Polo terá rodas de liga leve de 15, 16 ou 17 polegadas, dependendo da versão, calçadas em pneus de baixa resistência ao rolamento de medidas 185/65 R15, 195/55 R16 e 205/50 R17, respectivamente.

Em termos de diferenças em relação à versão europeia, o Polo brasileiro terá suspensão 20 mm mais alta, com amortecedores e molas com carga específica. O conjunto será McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira.

O anúncio de investimentos acontece no ano em que a fábrica de São Bernardo do Campo, a primeira a operar fora da Alemanha completa seis décadas do início da produção nacional. Foi em 2 de setembro de 1957 que a primeira Kombi foi montada no Brasil.

Fotos: Guilherme Silva