Depois de divulgar algumas informações do novo Polo, a Volkswagen realizou na última sexta-feira (4) um teste-drive do hatch para as versões impressas dos principais veículos de comunicação especializados do Brasil. Confirmada para estrear no último trimestre do ano, a nova geração do Polo será revelada oficialmente no dia 1º de setembro, mas a Volks já liberou algumas imagens e um vídeo de um protótipo camuflado em fase final de testes no país.

Por enquanto sabemos apenas que o novo Polo será equipado de série com freios a disco nas quatro rodas e controles eletrônicos de estabilidade e tração nas versões movidas pela motorização 1.0 TSI e câmbio automático Tiptronic de seis velocidades. Para suportar as condições de rodagem brasileiras, o hatch terá suspensão 20 mm mais alta que a do modelo europeu, com amortecedores e molas com carga específica. O conjunto será McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira.O modelo sairá de fábrica com rodas de 15, 16 ou 17 polegadas, dependendo da versão, calçadas em pneus de baixa resistência ao rolamento de medidas 185/65 R15, 195/55 R16 e 205/50 R17, respectivamente.

A única motorização confirmada até o momento é a 1.0 de três cilindros dotada de turbo e injeção direta. O moderno propulsor gera 116 cv de potência com gasolina e 128 cv com etanol. O torque máximo será o mesmo para qualquer um dos combustíveis: 20,4 kgfm. A transmissão automática Tiptronic será a única disponível com esse motor. No entanto, o Polo terá motorizações aspiradas – possivelmente a 1.0 MPI e 1.6 MSI com calibrações específicas para o hatch.

Segundo a Volkswagen, todas as versões do novo Polo serão equipadas de série com direção elétrica, controle de tração (o de estabilidade será opcional para as versões abaixo das 1.0 TSI), assistente de partida em rampa e monitoramento de pressão dos pneus. As versões mais caras terão o sistema de limpeza automática dos discos de freio na chuva.

A fabricante ainda não divulgou as listas de equipamentos das versões, mas já adiantou que o Polo poderá ser equipado com uma nova central multimídia com tela sensível de 8” ao toque e espelhamento de smartphones por meio das conexões Apple CarPlay e Android Auto. O moderno painel com tela de 10” totalmente digital e três modos de visualização será oferecido como opcional.

O novo Polo será o primeiro de quatro lançamentos baseados na plataforma modular MQB até 2020. Depois do hatch, será a vez do sedã Virtus estrear por aqui no primeiro trimestre de 2018. O modelo desenvolvido para mercados emergentes também será fabricado em São Bernardo do Campo (SP), ficando posicionado entre o Voyage e o Jetta para competir com Chevrolet Cobalt, Honda City, etc. Apesar de compartilhar a estrutura e componentes com o Polo, o Virtus terá o entre-eixos ligeiramente maior para aumentar o espaço interno.

Em 2019, a novidade será a picape de porte intermediário que competirá com a Fiat Toro e a Renault Duster Oroch. No ano seguinte a marca lançará um SUV também inédito inspirado no conceito T-Cross.

Fotos e vídeo: Divulgação