A Ford revelou o EcoSport 2018, porém, nossa equipe conseguiu apurar sua estratégia da marca para voltar a crescer no mercado brasileiro nos próximos anos. Entre os planos da marca estão desde a reestilização do Fiesta, que deve ocorrer ainda em 2017, até o lançamento de um SUV médio e o esportivo Mustang no ano que vem.

Diferentemente do modelo europeu, que estreou a nova geração no fim do ano passado, o Fiesta brasileiro terá apenas o visual retocado, como mostra abaixo a foto de protótipos flagrados pelo New Fiesta Clube em testes no interior do Estado de São Paulo. Além da reestilização, o Fiesta receberá as melhorias de acabamento promovidas no EcoSport 2018, incluindo o painel com material macio ao toque e volante revestido de couro. O compacto também ganhará novos equipamentos, com destaque para a nova central multimídia SYNC 3 – com tela menor e menos recursos nas versões de entrada.A Ford também promete uma nova política de preços para deixar o Fiesta mais competitivo no mercado, seguindo a estratégia do EcoSport de oferecer um pacote de equipamentos mais robusto desde as configurações de entrada. A exemplo do SUV, o Fiesta 2018 deverá contar com sete airbags e controles de estabilidade e tração de série em todas as versões.

Outra novidade na linha Fiesta será a inclusão do novo motor Dragon 1.5 de três cilindros, que estreou no EcoSport. O propulsor gera 137 cv de potência e 16,1 kgfm de torque. Junto com esse motor deve vir o novo câmbio automático de seis marchas com conversor de torque para substituir a transmissão PowerShift de dupla embreagem. Com isso, a Ford iniciaria produção do motor Dragon no Brasil (atualmente é importado da Índia), enquanto a nova caixa automática continuaria vindo da China.

Ka automático
Quem também pode se beneficiar disso é o Ka, que será reestilizado no ano que vem. Junto com as mudanças visuais, o modelo pode ganhar o novo motor Dragon 1.5, aposentando de vez a família Sigma ao trocar o motor 1.5 de quatro cilindros pelo novo tricilíndrico. Junto com a reestilização e o novo motor, o Ka deve ganhar o mesmo câmbio automático do Fiesta, uma vez que esse tipo de transmissão já está em 25% dos compactos zero quilômetro vendidos no Brasil.

Mustang chega em janeiroEm janeiro de 2018 a Ford entregará as primeiras unidades do Mustang. O tão aguardado esportivo, enfim, será vendido oficialmente no Brasil. O Mustang será oferecido em versão única (provavelmente a GT V8), já com a reestilização lançada este ano nos Estados Unidos. A Ford diz que os preços ainda não foram definidos, mas o pony car deverá ficar na faixa dos valores que a GM pede atualmente pelo novo Chevrolet Camaro, acima dos R$ 300 mil.

SUV médioPor fim, a Ford também estuda a chegada de um SUV médio ao Brasil para concorrer com o bem-sucedido Jeep Compass e ocupar a lacuna que existe entre o EcoSport e o Edge no seu portfólio no país. Os planos ainda não estão definidos, mas a empresa acredita que o segmento de SUVs responderá por 21% do mercado total de automóveis no Brasil nos próximos anos – um aumento significativo perante os 13% atuais. Atualmente a Ford possui o Kuga (ou Escape, dependendo do mercado onde é vendido), baseado na plataforma do Focus, para atuar nessa categoria.

Fotos: Divulgação e New Fiesta Clube (Facebook)