Muita gente já deve ouvido alguma vez na vida que os muscle cars norte-americanos “são ruins de curva”. No passado, a combinação de motores potentes com uma dinâmica pouco acertada até justificavam essa afirmação, mas nos últimos anos os esportivos desenvolvidos nos Estados Unidos evoluíram consideravelmente nesse quesito a ponto de desafiarem os melhores carros fabricados pelos europeus e japoneses.A prova desta evolução está no vídeo abaixo (aumente o volume para ouvir o ronco do vê-oitão), que mostra o Chevrolet Camaro ZL1 1LE completando os cerca de 20 quilômetros do traçado externo do circuito de Nürburgring, na Alemanha, em apenas 7 minutos e 16 segundos (13,56 segundos mais rápido que o ZL1 convencional). Para se ter uma ideia do quão impressionante é essa marca, o muscle car superou os recordes de superesportivos como Nissan GT-R, Ferrari 488 GTB, Dodge Viper ACR e os Porsche 911 GT2 e 911 GT3.

Para cravar esse tempo no icônico autódromo alemão, o Camaro ZL1 1LE sofreu alterações aerodinâmicas e nas suspensões. O bólido recebeu defletores de ar, aletas no para-choque dianteiro e uma asa traseira em fibra de carbono. Novos amortecedores, com ajuste independente de altura e rodas com uma polegada a mais de largura. Os pneus Goodyear Eagle F1 Supercar 3R são os mesmos do ZL1 comum.

O motorzão 6.2 V8 sobrealimentado com compressor mecânico, que gera 660 cv de potência a 6.400 rpm e 89,8 kgfm de torque a 3.600 rpm, não sofreu alterações. A força do propulsor é enviada às rodas traseiras pelo câmbio manual de seis marchas.

O Camaro ZL1 1LE é vendido nos Estados Unidos por US$ 70 mil (cerca de R$ 226 mil em conversão direta).

Fotos: Divulgação