O novo Volkswagen Polo 2018 foi apresentado nesta sexta-feira (16) em Berlim, na Alemanha. A sexta geração de um dos carros mais vendidos da marca em todo o mundo (mais de 14 milhões de unidades desde o lançamento em 1975) será fabricada no Brasil no último trimestre do ano para tentar recolocar a Volks em posição de destaque no segmento de compactos.

Bem maior que a geração anterior, o novo Polo ganhou 7 centímetros de comprimento (4,05 metros), 9,4 cm de distância entre-eixos (2,56 m) e 7 cm de largura (1,75 m sem os retrovisores). Para ficar mais aerodinâmico, perdeu 2 cm de altura (1,44 m) – é possível que o carro brasileiro fique ligeiramente mais alto por conta de alguma adequação na suspensão para suportar o nosso péssimo asfalto. Devido às medidas mais generosas, o porta-malas do hatch ganhou 71 litros, chegando a 351 litros de capacidade.

Motorizações
Os motores confirmados na Alemanha começam pelo 1.0 de três cilindros aspirado, em versões de 65 cv e 75 cv, com câmbio manual de cinco marchas. O 1.0 TSI de 95 cv pode ser adquirido com a mesma caixa manual ou a automatizada de dupla embreagem DSG. Na variante de 115 cv, o propulsor recebe uma transmissão manual de seis velocidades. Esta última também está disponível para o motor 1.5 TSI de 150 cv.

Já a versão GTI promete ser um dos hot hatches mais desejados da Europa, uma vez que traz sob o capô o 2.0 TSI de 200 cv e câmbio manual de seis marchas ou o DSG de sete velocidades como opcional. Os dados de fábrica afirmam que o Polo GTI atinge os 100 km/h em 6.7 segundos.

O novo Polo estreia ainda uma motorização movida apenas a gás natural veicular, a 1.0 TGI de 90 cv e câmbio manual de cinco marchas. As versões turbodiesel serão movidas pelo 1.6 TDI de 80 cv e a mesma transmissão da 1.0 TGI ou a caixa DSG para a variante de 90 cv.

Versões e equipamentos
Na Alemanha, o Polo será vendido em cinco versões: Trendline, Comfortline, Highline, Beats e GTI. Nas configurações mais caras, o hatch poderá ser equipado com o painel digital Active Info Display, que estreou no Golf alemão no ano passado. As informações do carro são projetadas em uma tela de TFT configurável de 8 polegadas.

Com preço inicial de 12.975 euros (cerca de R$ 47.500 em conversão direta), a versão de entrada Trendline será vendida aos alemães com rodas de 14” com calotas, frenagem de emergência, monitoramento de pedestres e faróis com LEDs de condução diurna.

A Comfortline acrescenta direção elétrica com volante multifuncional, ar-condicionado, conjunto elétrico (vidros, travas e retrovisores), sistema multimídia Composition Colour e rodas de liga leve de 15”. Na Highline há o acréscimo de sensores de estacionamento, iluminação ambiente em LED, volante e manoplas de câmbio e freio de estacionamento revestidos de couro e rodas aro 15” modelo Salou.

Voltada ao público jovem, a Beats adiciona rodas de 16” e um sistema de som de 300W de potência. Já a topo de linha, a esportiva GTI, traz o inconfundível interior com revestimento xadrez, rodas aro 17” (18” opcional), grade frontal tipo colmeia, escapamento com ponteiras cromadas, além de faróis de LED entre os opcionais.

A Volkswagen diz que no mercado europeu o Polo terá 14 cores externas, 13 revestimentos internos, 12 modelos de rodas, lanternas de LED, ar-condicionado digital Air Care Climatronic, recarregador sem fio para celular, Park Assist e teto solar panorâmico (o maior do segmento, segundo a Volks).

Entre os itens de segurança, ele poderá ser equipado com o controle de cruzeiro adaptativo (controla a velocidade e até para o carro de acordo com a distância do veículo da frente), sensor de ponto cego, alerta de tráfego na traseira.

Fotos: Divulgação