A Volkswagen tirou o Tiguan 2.0 TSI de 211 cv (R$ 156.220) do configurador de veículos do site brasileiro, disponibilizando apenas a versão 1.4 TSI de 150 cv (R$ 128.270) no mercado nacional. Questionada pelo site iCarros, a marca alemã negou que a variante mais cara tenha saído de linha, mas disse que o modelo não está à venda no Brasil “neste momento” e que voltará a importá-lo se houver demanda.

Lançado em 2008, o Tiguan vem perdendo espaço no segmento de utilitários esportivos no Brasil nos últimos anos. Para efeito de comparação, o SUV vendeu 277 unidades entre janeiro e abril deste ano (média de 70 carros por mês) ante 390 exemplares no mesmo período de 2016.

A interrupção das vendas da versão 2.0 TSI pode indicar que a Volks já começou a preparar o terreno para a nova geração do SUV, que estreia no país no segundo semestre. Lançado em 2015 na Europa, o novo Tiguan será importado do México na configuração de sete lugares Allspace. Já o Tiguan 1.4 TSI deverá continuar à venda até o primeiro semestre de 2018, quando será substituído pelo T-Roc, o SUV compacto baseado no Golf que a Volkswagen apresentará no Salão de Frankfurt, em setembro.

Fotos: Divulgação e Reprodução