A Tesla, badalada montadora norte-americana de carros elétricos, anunciou que a gigante chinesa de tecnologia Tencent Holdings, dona do WeChat, aplicativo de mensagens mais popular no mundo, comprou 5% de participação na empresa por 1,78 bilhão de dólares.

A compra impulsionou o preço das ações da Tesla mais cedo na bolsa de valores de americana, tornando a empresa a segunda montadora mais valiosa dos Estados Unidos, à frente da Ford, mas atrás da General Motors.

A compra vem em boa hora para a Tesla, uma vez que a marca planeja lançar um modelo acessível, ampliando sua capacidade produtiva, sendo necessário um investimento maior. O primeiro passo para iniciar a produção foi apresentado em janeiro, trata-se da Gigafactory que, em parceria com a Panasonic, produzirá baterias de ion-lítio em larga escala.

Já a Tecent Holding planejava a expansão dos seus aplicativos para smartphones, assim como a entrada em outros setores emergentes da tecnologia, como o armazenamento em nuvens. Entre os investimentos da Tencent está a Didi Chuxing, segunda maior companhia de transporte urbano por aplicativo do mundo, e a Lyft, maior rival do Uber nos Estados Unidos.