A Citroën anunciou a volta da série especial Salomon para o monovolume Aircross. A edição limitada em 700 unidades já foi oferecida no modelo antes da reestilização feita em 2016. São 300 carros equipados com o motor 1.5 flex de 93 cv com câmbio manual de cinco marchas (parte de R$ 63.435) e 400 unidades com o 1.6 flex de 122 cv e transmissão automática de quatro velocidades (R$ 68.515).

Emblemas da Salomon estão presentes nas laterais (próximo aos espelhos retrovisores externos) e na tampa traseira. Nas laterais, destacam-se também os detalhes em cinza Grafito, como as capas dos espelhos retrovisores e as maçanetas, assim como a antena curta no teto.

 

Na dianteira, o Citroën Aircross Salomon diferencia-se pelas molduras em cinza no acabamento do para-choque e nas luzes diurnas de LED. No interior, o grafismo Salomon é aplicado no painel de bordo, próximo à saída de ar do lado direito. Nas unidades em Blanc Nacré, a moldura do painel também será branca.

A série, oferecida em cores branca, vermelha e cinza, é equipada com rodas de 16 polegadas, direção elétrica, computador de bordo e central multimídia de 7 polegadas, compatível com os sistemas Apple CarPlay e Mirror Link.

A Salomon nasceu em 1947, nos Alpes franceses, e durante seus mais de 60 anos de existência criou novos e revolucionários conceitos em calçados, vestuário, equipamentos para snowboard, corridas de aventura e alpinismo. Atualmente, os produtos da Salomon são vendidos em mais de 160 países e a marca se tornou um ícone mundial em esportes de montanha.

Fotos: Divulgação