Apresentado ao público brasileiro no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro do ano passado, o novo Land Rover Discovery começa a ser vendido nesta segunda-feira (20) nas 35 concessionárias da marca inglesa no país. O SUV é oferecido nas versões SE (R$ 363 mil), HSE (R$ 389 mil) e HSE Luxury (R$ 429 mil).

Para celebrar o lançamento do novo Discovery no Brasil, a Land Rover disponibiliza 55 unidades da série especial First Edition (R$ 469 mil). Baseada na HSE Luxury, a versão é oferecida nas cores laranja, prata ou preto e traz emblemas exclusivos na carroceria.

As motorizações disponíveis são a 3.0 V6 turbodiesel, que entrega 258 cv de potência e 61,22 kgfm de torque, e a 3.0 V6 a gasolina de 340 cv e 45,9 kgfm. Ambas são associadas ao câmbio automático ZF de oito marchas e ao sistema de tração 4×4. O propulsor a gasolina será comercializado apenas por encomenda.

Com o motor a diesel, o Discovery acelera de 0 a 100 km/h em 8,1 segundos. Com o bloco a gasolina a aceleração é feita em 7,1 segundos.

Construído quase todo em alumínio, o SUV é 480 kg mais leve que o antecessor, o que contribui para a redução do consumo de combustível e melhora o desempenho tanto no asfalto quanto na terra. Para encarar terrenos acidentados, o Discovery é dotado do tradicional sistema All-Terrain, que otimiza os sistemas do motor, transmissão, chassi e diferencial central. O recurso pode ser configurado nos seguintes modos de condução: Direção Geral; Grama, Cascalho e Neve; Lama e Buracos; Areia e também inclui a opção Pedras quando o veículo é equipado com a suspensão a ar eletrônica e caixa de transferência de dupla velocidade.

O Discovery conta ainda com o Controle de Descida em Declives (HDC), que mantém a velocidade constante e aplica a frenagem separadamente em cada roda; o Auxílio de Partida em Rampas; o Sistema de Saída Gradativa (GRC), que libera o freio lentamente quando o SUV começa a se deslocar em uma inclinação, para impedir que o veículo deslize em um aclive caso o condutor solte o freio inadvertidamente; e o Wade Sensing utiliza sensores nos espelhos retrovisores para medir a profundidade de alagamentos.

Fotos: Divulgação