A nova Toyota Hilux esteve envolvida em uma polêmica no ano passado após falhar pela segunda vez no teste do alce(veja o vídeo abaixo), realizado pela revista sueca Teknikens Värld. Na época, a publicação constatou que a picape é propensa a capotar na manobra que simula desviar de um animal que estivesse cruzando a pista inesperadamente. Após a repercussão negativa do desempenho da Hilux no teste, a Toyota enviou engenheiros à Suécia para discutir com a Teknikens Värld os detalhes da avaliação para corrigir o problema.

Segundo Linus Pröjtz, repórter da revista sueca, a Toyota atualizou os algoritmos da central eletrônica que comanda o controle de estabilidade, focando mais em reduzir a velocidade da picape em manobras evasivas. A fabricante também identificou que a pressão dos pneus deve ser aumentada quando a picape estiver totalmente carregada.

A geração anterior da Hilux falhou no teste do alce em 2007, obrigando a Toyota a parar de vender a picape equipada com rodas de 16 polegadas. No modelo atual, a marca já considera deixar de oferecer as rodas de aro 18 como medida de segurança extra.

Já a Teknikens Värld diz que vai testar a Hilux atualizada na Espanha e na Suécia para constatar se o problema foi corrigido.

Aparentemente, a atualização do controle de estabilidade chegará primeiro na Europa, mas é provável que a marca estenda a melhoria às picapes vendidas em outros mercados, como o modelo fabricado na Argentina e comercializado na América Latina.