Protótipos do novo Ford EcoSport foram flagrados em testes pelo Brasil, confirmando que o SUV compacto manterá o estepe pendurado na tampa do porta-malas apesar da atualização visual mostrada recentemente no Salão de Detroit, nos Estados Unidos. Mas não é só o EcoSport brasileiro que continuará com o penduricalho na traseira. Imagens divulgadas na internet e na página de segredos automotivos Ferd, do Facebook, revelam que a versão chinesa do jipinho será idêntica à destinada ao Mercosul.

Parece que a decisão de manter o estepe na tampa traseira ocorre apenas para os mercados emergentes, como América Latina e Ásia, uma vez que a versão que será vendida na Europa e nos Estados Unidos terá a roda reserva substituída por um kit de reparo, composto por um pequeno compressor de ar e selante para tapar o furo do pneu.

Os carros das fotos possuem acabamento externo mais simples que o do modelo mostrado nos Estados Unidos, indicando que os chineses terão versões mais enxutas em termos de equipamentos.

O Ford EcoSport 2018 estreia no mercado brasileiro ainda no primeiro semestre, enquanto o lançamento na América do Sul deverá ocorrer somente após o Salão de Buenos Aires, na Argentina, na segunda quinzena de junho.

Junto com o visual alinhado à atual identidade da Ford, o EcoSport 2018 terá como principal novidade a estreia do inédito motor Dragon 1.5 aspirado de três cilindros. Com potência acima dos 130 cv, o novo propulsor substituirá o atual 1.6 Sigma. As versões topo de linha serão equipadas com o 2.0 Duratec com injeção direta (o mesmo do Focus), que gera 175 cv com gasolina e 178 cv com etanol.

Além dos novos motores, o SUV será equipado com um câmbio automático convencional de seis marchas (com conversor de torque), que entra no lugar do polêmico automatizado PowerShift de dupla embreagem.

Se por fora o “Eco” mostra que evoluiu, por dentro a diferença em relação ao carro atual é ainda maior. A tela sensível ao toque fixada no centro do painel mostra que o modelo que inaugurou o segmento de SUVs compactos no Brasil não quer mais ficar parado no tempo. O jipinho da Ford também trará a terceira geração do sistema de multimídia Sync, capaz de interagir com smartphones por meio dos aplicativos Carplay e Android Auto. Painel de instrumentos redesenhado, painel central macio ao toque (com espuma injetada), partida por botão e novo volante com comandos (igual ao do Focus) são outros chamarizes.

Fotos: Ferd