O primeiro mês de 2017 rendeu 143.582 emplacamentos de automóveis e comerciais leves, resultado que aponta uma queda de 4,07% em relação ao volume de 149.677 unidades no mesmo período do ano passado.

Comparando o resultado de janeiro deste ano com os 199.000 emplacamentos registrados em dezembro de 2016, a queda é ainda maior: 27,85%. No entanto, se considerarmos apenas os comerciais leves, houve crescimento de 20,4% na comparação de janeiro 2017 e o mesmo mês de 2016. Confira na tabela abaixo os emplacamentos de todos os segmentos.

Para Alarico Assumpção Júnior, presidente da Fenabrave, tradicionalmente, janeiro é um mês mais fraco nas vendas de veículos em função da antecipação de compras em dezembro e dos compromissos da população no início do ano. “As promoções do final do ano e o 13º salário, geralmente, atraem o público a adquirir um veículo, como o automóvel, por exemplo. Já o início de ano é marcado por muitos compromissos financeiros para as famílias, como IPVA, matrícula e material escolar, entre outros. Com isso, o consumidor se retrai para fazer novos investimentos no primeiro mês do ano”, explica o presidente da entidade.

Foto: Divulgação