A Honda mostrou o WR-V no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro do ano passado, mas fez mistério sobre o interior e detalhes técnicos do crossover compacto. Depois que algumas fotos tiradas no Uruguai revelaram a cabine do modelo, a marca japonesa abriu o jogo parcialmente e divulgou algumas informações. O modelo chegará às lojas em março, segundo UOL Carros, custando entre R$ 69 mil e R$ 85 mil – valores que o posicionam estrategicamente abaixo do HR-V.

Em termos visuais, as mudanças são claras e polêmicas, tanto na dianteira quanto na traseira, mas o perfil entrega a origem do WR-V: o Fit (compare nas imagens abaixo):

Já se sabia que o modelo é baseado no Fit, com o qual compartilha as portas, vidros e interior. Todo o restante, mesmo que minimamente, recebeu alguma mudança. A começar pelo capô mais elevado, que dá ao WR-V uma aparência mais robusta.

Por conta das alterações, o WR-V ficou um centímetro mais comprido que o Fit (totalizando 4 metros). Segundo a Honda, o espaço interno do crossover (chamado pela marca de SUV compacto) é um pouco maior devido o aumento de 2,5 cm (2,55 m) na distância entre-eixos. A largura cresceu em 3,9 cm e totaliza 1,73 m. A capacidade do porta-malas é a mesma do Fit: 363 litros.

Embora a Honda ainda não tenha liberado o WR-V para a imprensa testar, as mudanças que deverão ser mais sentidas pelo motorista estão na suspensão. O conjunto recebeu novas peças, teve pontos de fixação modificados e ficou consideravelmente mais alta que a do monovolume. A altura livre do solo do WR-V é de 19,9 cm contra 14,5 cm do Fit.

Sob o capô, ambos são idênticos: motor 1.5 16V i-VTEC, que gera até 116 cv de potência e 15,23 kgfm de torque com etanol. O câmbio será sempre o automático do tipo CVT, porém com programação diferente da utilizada no Fit. A direção elétrica também passou por mudanças para ficar mais precisa diante das alterações na suspensão.

O WR-V foi o primeiro modelo completamente desenvolvido pelo time de Pesquisa e Desenvolvimento da Honda Automóveis no Brasil, baseado em pesquisas sobre as demandas dos consumidores regionais. Assim, a linha de SUVs da Honda terá o WR-V como modelo de entrada no segmento. Com a chegada do novo modelo, é esperado que a tabela de preços do HR-V seja reajustada em breve, com a chegada da nova versão topo de linha Touring.

Fotos: Divulgação