A Ford convocou nesta sexta-feira (20) os proprietários do sedã Fusion, modelos 2013 a 2016, por um possível problema no cinto de segurança. Segundo a fabricante, em casos de colisão, os cabos de fixação do mecanismo de pré-tensionamento dos cintos de segurança dianteiros ficam expostos a altas temperaturas, o que pode reduzir a resistência do cabo de tração.

Dessa maneira, os ocupantes podem ficar presos de maneira inadequada aos bancos, aumentando o risco de lesão em caso de acidente. De acordo com a Ford, é necessário aplicar um revestimento para proteger o cabo. O reparo é gratuito e tem duração aproximada de duas horas.

Para mais informações, a Ford disponibiliza o telefone 0800 703 3673 e o site www.ford.com.br.