Após revelar a reestilização da sexta geração do Mustang, a Ford confirmou as mesmas mudanças visuais para a versão conversível do pony car. Assim como no cupê, o motor V6 de 3.7 litros deixa de ser oferecido, deixando o quatro-cilindros 2.3 turbo da família EcoBoost e o 5.0 V8 aspirado como únicas motorizações disponíveis.

A Ford diz que os motores receberam melhorias, mas ainda não revelou os números de potência e torque – atualmente, o 2.3 EcoBoost gera 308 cv e o V8 entrega 441 cv.

Nas configurações equipadas com o “vê-oitão”, o Mustang 2018 passa a ser equipado com uma nova transmissão automática de 10 marchas (a antiga caixa tinha seis). No interior do pony car, a mudança mais notável é o novo painel de instrumentos digital. A tela de TFT de 12 polegadas pode ser configurada pelo motorista para mostrar diversos tipos de ajustes e informações.

Fotos: Divulgação