O Nissan Kicks está mais em 2017. A versão mais completa, a SL, agora parte de R$ 91.900, portanto, quase R$ 2 mil em relação aos R$ 89.990 anteriores. A estratégia também serve para afastar a versão topo de linha da intermediária SV Limited, que parte de R$ 84.900.

+ Nissan Kicks aposta em estilo e custo-benefício para desbancar HR-V e Renegade
+ Nissan Kicks enfrenta EcoSport e Duster para ensinar os caminhos a seguir

Os destaques do Kicks ficam por conta do painel multifuncional colorido com tela de 12 funções; GPS; câmera 360º; chave inteligente presencial i-Key; botão “Push Start”; rodas de alumínio de 17 polegadas; bancos em couro com a tecnologia “Zero Gravity”; ar condicionado digital; rádio multimídia com tela de 7 polegadas, entre os principais itens. A versão topo pode receber pintura metálica por R$ 1.350 e interior em couro Macchiato por R$ 500.

Outro destaque está na economia, afinal, o modelo recebeu a nota “A” em eficiência energética no Programa de Etiquetagem Veicular (PBEV) do Inmetro. Equipado com o motor 1.6 16V flexfuel de 114 cv de potência e transmissão Xtronic CVT, o crossover urbano da Nissan também recebeu o selo do “Conpet”, concedido aos modelos que atingem grau máximo de eficiência energética.