O ano de 2016 teve importantes lançamentos no segmento de picapes médias. Modelos veteranos, como Chevrolet S10 e Ford Ranger, foram reestilizados e ficaram mais tecnológicos, enquanto a Toyota Hilux estreou uma nova geração.

Mas a grande novidade foi a Fiat Toro que, posicionada em uma categoria intermediária, já incomoda a concorrência com o seu visual futurista e dinâmica de carro de passeio. Confira abaixo como as versões a diesel dessas picapes se saíram nos testes de consumo e desempenho realizados pelos engenheiros do Instituto Mauá de Tecnologiadurante o ano de 2016.

 
Chevrolet S10 2.8 AT
Ford Ranger 3.2 AT
Fiat Toro 2.0 AT
Fiat Toro 2.0 MT
Toyota Hilux 2.8 AT
0 a 100 km/h9,77 segundos11,25 segundos12,45 segundos13,21 segundos13,21 segundos
Retomada 40 a 100 km/h7,2 segundos8,26 segundos9,48 segundos8,44 segundos10,09 segundos
Retomada 80 a 120 km/h7,2 segundos8,54 segundos8,84 segundos7,72 segundos10,04 segundos
Consumo Cidade8,8 km/l8,9 km/l9,8 km/l9,9 km/l9,1 km/l
Consumo Estrada13,4 km/l13,5 km/l15,3 km/l15,7 km/l14,3 km/l
Frenagem 100 a 0 km/h54,3 metros56 metros53,4 metros53,8 metros54,7 metros

Como podemos ver na tabela acima, a Chevrolet S10 se destaca em termos de desempenho, cumprindo a aceleração de 0 a 100 km/h em 9,77 segundos, enquanto as retomadas de 40 a 100 km/h e 80 a 120 km/h são feitas em 7,2 segundos. No entanto, o consumo não é o ponto forte da S10, que obteve médias de 8,8 km/l na cidade e 13,4 km/l na estrada.

Em termos de economia, o destaque fica por conta da Fiat Toro equipada com câmbio manual. O modelo da FCA faz 9,9 km/l na cidade e 15,7 km/l em ciclo rodoviário.

Já a Toyota Hilux empata com a Fiat Toro manual na prova de aceleração de 0 a 100 km/h (13,21 s), mas perde nas retomadas. No entanto, o consumo de combustível da picape da marca japonesa foi o segundo melhor (9,1 km/l e 14,3 km/l na cidade e estrada, consecutivamente).

Fotos: Divulgação