A nova geração do sedã esportivo BMW M5, que já está sendo testada na Europa, será equipada com um sistema de tração integral dotado de um dispositivo, acionado por um botão no console, que transfere toda a força do motor ao eixo traseiro. A informação foi confirmada por Frank van Meel, chefe da divisão Motorsport, ao site alemão Bimmertoday.

De acordo com o executivo, o recurso funcionará de acordo com o modo de condução escolhido pelo motorista, tracionando as rodas traseiras conforme a demanda de torque. É provável que o sistema tenha um modo mais permissivo, destinado às pistas, que desativa totalmente a tração do eixo dianteiro.

A tecnologia é semelhante a do novo Mercedes-Benz E63 AMG S, principal rival do M5, que desativa a tração integral quando o condutor aciona o modo Race (corrida).

A BMW ainda não divulgou detalhes da motorização do novo M5, mas a imprensa europeia aposta que o sedã estreará em 2017 equipado com um motorzão V8 biturbo com mais de 600 cv de potência.

Fotos: Carscoops