A Mercedes-Benz revelou a configuração cupê da nova geração do Classe E (lançada no Brasil em outubro), que será uma das atrações da marca no Salão de Detroit, em janeiro. Totalmente renovado, o modelo fica posicionado entre os outros cupês derivados de sedã da fabricante alemã: acima do Classe C Coupé e abaixo do luxuoso Classe S Coupé.

Medindo 4,82 metros de comprimento (ganho de 123 mm), 1,86 m de largura (74 mm mais largo), 1,43 m de altura (32 mm mais alto) e 2,87 m de distância entre-eixos (113 mm maior), o novo Classe E Coupé supera o antecessor em todas as medidas, proporcionando maior espaço interno para os ocupantes.

Na Europa, o modelo será equipado com um motor 2.0 turbo a gasolina e tração traseira nas versões E200 (184 cv de potência e 30,5 kgfm de torque) e E300 (245 cv e 37,7 kgfm), que aceleram de 0 a 100 km/h em 7,8 segundos e 6,4 segundos, respectivamente. Na E400 4MATIC, o propulsor é um 3.0 V6 biturbo de 333 cv e 48,9 kgfm, com tração integral, que atinge os 100 km/h em 5,3 segundos. Já variante a diesel E220d (2.0 turbo de 184 cv e 40,7 kgfm e tração traseira) leva 7,4 segundos para atingir tal velocidade. A transmissão é sempre a automática de nove marchas.

Também estão previstas para o ano que vem as versões AMG 50 com potência superior a 400 cv e a nervosa E63 AMG V8 biturbo de 571 cv.

O Classe E Coupé começa a ser vendido na Europa e Estados Unidos no primeiro semestre de 2017 oferecendo os mesmos equipamentos da variante sedã: sistema de condução semi-autônoma, assistência de frenagem automática a velocidades de até 100 km/h, painel de instrumentos com tela digital de 12,3 polegadas, faróis full LED de alta resolução, assistente automático de estacionamento, controle dinâmico de chassi, suspensão a ar adaptativa, entre outros.

Fotos: Divulgação