A Toyota lança na Argentina uma nova versão de entrada para a Hilux de cabine dupla. Batizada de STD (standard), a configuração destinada a frotistas tem acabamento mais simples, lista de equipamentos de série mais enxuta e motorização menos potente. O preço sugerido é de 477.600 pesos (cerca de R$ 99.530 em conversão direta).

A Hilux STD é equipada de série com airbags frontais e para o joelho do motorista, freios com ABS, ganchos Isofix para a ancoragem de cadeirinhas infantis no banco traseiro, rodas de aço de 17 polegadas, protetor de cárter, direção hidráulica e ar-condicionado.

Além de perder itens de conforto e conveniência, como vidros elétricos e faróis de neblina, a versão “basicona” deixa de oferecer os controles eletrônicos de estabilidade e tração entre os equipamentos de segurança. Recentemente, a configuração topo de linha da picape (dotada desses recursos de segurança) foi reprovada no “teste do alce” promovido pela publicação sueca Teknikens Värld. A Hilux avaliada quase capotou na manobra feita a 57 km/h, que simula um desvio repentino para evitar o choque contra um animal na pista.

A motorização da Hilux STD é a 2.4 turbodiesel, que gera 150 cv de potência e 40,7 kgfm de torque, associada a uma caixa manual de seis marchas e tração traseira.

Foto: Divulgação