Referência quando o assunto é segurança, a Volvo também quer ser reconhecida por toda a tecnologia embarcada de seus veículos atuais. As soluções tecnológicas adotadas pela marca sueca vão das mais simples até as mais complexas.

No test-drive da recém-lançada versão diesel do Volvo XC90 D5 (R$ 369.950), o Carsale pode ter contato com algumas dessas tecnologias. Por exemplo, quem diria que um compressor e um tanque de ar comprimido auxiliariam a arrancada de um veículo? Pois é exatamente isso que acontece no XC90 D5. A novidade batizada de Power Pulse nada mais é que um compressor que alimenta um tanque de ar comprimido.

O funcionamento do sistema acontece da seguinte forma: ar entra normalmente e passa pelo filtro, mas, em seguida, uma parte desse ar é desviada para um pequeno compressor para ser comprimido em um tanque. Logo quando o motorista pisa no acelerador e o carro sai da inércia, o ar comprimido é enviado ao coletor do escapamento, auxiliando a girar a turbina mais rapidamente e diminuindo o turbo lag. Vale ressaltar que o Power Pulse funciona apenas em rotações abaixo de 2.000 giros e em primeira ou segunda marcha, não auxiliando em ultrapassagens na estrada, por exemplo.

O motor que equipa o XC90 D5 é um 2.0, o que pode parecer pouco para um SUV de sete lugares, com quase 5 metros de comprimento e mais de duas toneladas. No entanto, o sistema biturbo é capaz de render 238 cv de potência e entregar 48,95 kgfm de torque, alcançados entre 1.750 e 2.250 rpm. O XC90 diesel sai da inércia e chega a 100 km/h em 7,8 segundos e tem velocidade máxima de 230 km/h. Portanto, os números provam que o SUV tem um desempenho mais que suficiente. Além disso, o casamento com o câmbio automático de oito marchas é preciso, garante trocas suaves e operação silenciosa do conjunto.

O trabalho da suspensão também é ótimo, garantindo conforto, mesmo na versão de entrada, que não traz o sistema de suspensão adaptativa a ar. Em ambos os casos, mesmo se tratando de um SUV grande, a estabilidade é um dos pontos fortes.

Mas o grande destaque do XC90 é o sistema semi-autônomo Pilot Assist. Comandado por sensores e câmeras que monitoram as faixas das vias e um sistema que comanda a aceleração, a frenagem e a movimentação do volante, o modelo pode chegar de maneira autônoma até os 130 km/h. Para quem está atrás do volante não há como negar que nos primeiros momentos em que o carro está nesse modo de condução o coração acelera mais forte por conta do receio. Porém, após percorrer as curvas corretamente e conduzir de maneira suave o modelo, sem se aproximar demais dos veículos da frente e nem realizar freadas bruscas, a experiência fica mais curiosa e agradável. O Pilot Assist pode ser ativado a qualquer momento pelo motorista e seu pleno funcionamento depende de faixas bem demarcadas na superfície da pista.

O interior do XC90 é tudo o que se espera de um carro com preços entre R$ 369.950 e R$ 419.950, portanto, os materiais são ótimos e a montagem é perfeita. O destaque fica com a central multimídia, em formato de tablet e capaz de comandar quase todas as funções do carro.

De acordo com a Volvo, dentro das vendas de SUVs de luxo, 50% a 55% são de modelos a diesel e, por isso, a marca resolveu lançar a motorização no Brasil. A previsão é vender 700 unidades do XC90 em 2017, sendo 60% a diesel.

Volvo XC90 D5 - Diesel

Volvo XC90 D5
 
Motor2.0 biturbo diesel
Número de cilindrosQuatro cilindros
Número de válvulas16 válvulas
Cilindrada1.969 cm³
Potência238 cv
Torque48,95 kgfm
TransmissãoAutomática de oito velocidades
TraçãoTração Integral
DireçãoElétrica
Pneus e rodas235/55R19 - Rodas de Liga de 19 polegadas
Freios dianteirosDiscos ventilados com ABS e EBD
Freios traseirosDiscos ventilados com ABS e EBD
Tanque de combustível71 litros
Volume do porta-malas692
Altura1,77 m
Comprimento4,95 m
Largura2,14 m
Entre-eixos2,98 m
Peso em ordem de marcha2.171kg