O Hyundai Creta começa a ser vendido na segunda quinzena de janeiro, mas já é conhecido do público brasileiro por ter sido um dos protagonistas do Salão do Automóvel de São Paulo 2016. Disponível em cinco versões, com motores 1.6 ou 2.0, o SUV promete dar trabalho aos atuais líderes do segmento (Honda HR-V e Jeep Renegade).

Lançado na Ásia no começo de 2015, o Creta (ou ix25, dependendo do mercado) é o primeiro produto global da Hyundai produzido em Piracicaba (SP). Diferentemente do que chegou a ser cogitado antes da marca confirmar a sua fabricação nacional, ele não compartilha a plataforma com os compactos da família HB20. O Creta é construído sobre a mesma arquitetura o hatch médio Elantra, que confere maiores dimensões internas e dinâmica mais sólida que a dos pequenos HB.

 

Para o mercado brasileiro, o Creta ganhou visual exclusivo e mais refinado que o do modelo asiático graças aos retoques no para-choque e na grade. A carroceria tem linhas de SUV bem definidas, que mesclam a imponência do irmão maior Santa Fe com o desenho do HB20.

Com medidas parecidas com a dos principais rivais, o SUV de 4,27 metros de comprimento, 1,78 m de largura, 1,63 m de altura e 2,59 m de distância entre-eixos disponibiliza um espaço muito bom para as pernas e cabeças de todos os ocupantes – no caso, quatro adultos e uma criança. O porta-malas leva 431 litros de bagagem (medição VDA).

A motorização Gamma 1.6 é a mesma que equipa o HB20, mas foi aprimorada com duplo comando variável de válvulas na admissão e no escape para render 130 cv de potência (ganho de 2 cv) a 6.000 rpm e 16,5 kgfm de torque a 4.500 rpm com etanol. Com gasolina, os números caem para 123 cv e 16 kgfm, respectivamente.

Já o 2.0, da família Nu, é o motor aspirado mais potente da categoria. Ele gera até 166 cv a 6.200 rpm e 20,5 kgfm a 4.700 rpm quando abastecido com etanol. Na gasolina, são 156 cv e 20 kgfm.

As transmissões são as mesmas do HB20: manual (apenas para o motor 1.6) e automática, ambas de seis marchas.

Primeiras impressões – Diferentemente da maioria dos SUVs, o Creta não tem a posição de dirigir demasiadamente alta (o que é bom). Quem já guiou os modelos da linha HB20 vai se familiarizar rapidamente com a maioria dos comandos e instrumentos. Em termos de acabamento, o Hyundai apresenta boa qualidade de construção, porém, com materiais um tanto simples nas versões mais caras.

Em movimento, o Creta com motor 2.0 e câmbio automático entrega desempenho bastante adequado para a proposta do carro. Atinge velocidades de cruzeiro rapidamente, sempre com disponibilidade de força para retomadas e ultrapassagens. A transmissão tem acerto voltado para uma condução voltada ao conforto e opera de maneira suave – fazem falta as borboletas para trocas manuais. Segundo os dados de fábrica, o SUV acelera de 0 a 100 km/h em 9,7 segundos e atinge os 188 km/h de velocidade máxima. Já os dados de consumo do Inmetro falam em 10 km/l na cidade e 11,4 km/l na estrada com gasolina e 6,9 km/l e 8,2 km/l, respectivamente, com etanol.

No caso da versão Pulse 1.6 automática, a boa surpresa fica por conta da pequena diferença de desempenho em relação ao modelo com motor 2.0. No uso urbano, o motorista nem vai sentir falta de um propulsor mais potente. Na estrada, o câmbio estica as marchas quando há a necessidade de recuperar o fôlego em retomadas. Com este conjunto mecânico, o Creta precisa de 12 segundos para chegar aos 100 km/h e tem velocidade máxima declarada de 172 km/h. De acordo com o Inmetro, o consumo com gasolina é de 10,1 km/l em ciclo urbano e 11,3 km/l em regime rodoviário. Essas médias caem para 7,1 km/l na cidade e 8,2 km/l na estrada quando abastecido com etanol.

Nos dois casos fica a boa impressão pelo bom comportamento dinâmico do SUV graças à plataforma feita com aços de alta resistência e pelas suspensões bem calibradas, que fazem do Creta um carro confortável e bom de chão apesar do centro de gravidade elevado. As ressalvas são a falta de freios a disco no eixo traseiro e retrovisor anti-ofuscante, ao menos nas versões mais equipadas.

O segmento mais movimentado dos últimos anos acaba de ganhar um sério candidato a entrar no pódio e, até mesmo, tomar a liderança do HR-V (se a fábrica de Piracicaba conseguir atender à possível demanda). Com visual acertado, bom comportamento dinâmico, lista de equipamentos bem próxima do que os rivais oferecem, preços (apesar de elevados) na média do mercado e cinco anos de garantia, o Creta revela que a Hyundai estudou direitinho a concorrência antes de entrar de vez no segmento.

Confira abaixo as versões, preços e principais equipamentos de série:

Creta Attitude 1.6 manual – R$ 72.990: airbags frontais, freios com ABS e EBD, direção elétrica com regulagem de altura e profundidade, ar-condicionado, vidros, travas e retrovisores elétricos, rodas de liga leve de 16 polegadas, monitoramento de pressão dos pneus, ISOFIX para a ancoragem de cadeirinhas infantis, chave canivete, alarme, sistema start/stop, sistema de som com Bluetooth, entrada USB e tela de 3,8 polegadas.

Creta Pulse 1.6 manual – R$ 78.290: adiciona ao pacote da Attitude os controles eletrônicos de estabilidade e tração, sensor de estacionamento traseiro, assistente de partida em rampas, faróis de neblina, acabamento com tecido e couro nas portas.

Creta Pulse 1.6 automático – R$ 85.240: acréscimo do câmbio automático de seis marchas, grade com acabamento cromado, piloto automático e rodas de 17 polegadas.

Creta Pulse 2.0 automático – R$ 92.490: mesmos itens da Pulse 1.6 automática, mais faróis com projetor, luz de posição e luz de condução diurna de LED, faróis de neblina com função para iluminar curvas, saída do ar-condicionado para o banco traseiro, vidros elétricos com função um toque, abertura e fechamento das janelas pela chave.

Creta Prestige 2.0 automático – R$ 99.490: conteúdo e motorização da Pulse 2.0, airbags laterais e de cortina, ar-condicionado digital, banco do motorista com ventilação, central multimídia com tela de 7 polegadas, GPS e compatível com os sistemas Apple Car Play e Android Auto, câmera de ré, rebatimento elétrico dos espelhos, bancos em couro marrom.

*Creta Attitude 1.6 automático – R$ 69.990 (exclusivo para Pessoas com Necessidades Especiais): mesmos itens da Attitude manual, mais o câmbio automático.

Viagem a convite da Hyundai
Fotos: Divulgação e Guilherme Silva

Ficha técnica

 
Creta 1.6 manual
Creta 1.6 automático
Creta 2.0 automático
CarroceriaMonobloco em aço, cinco portas, cinco lugaresMonobloco em aço, cinco portas, cinco lugaresMonobloco em aço, cinco portas, cinco lugares
Motordianteiro, transversal, quatro cilindros, 16 válvulas, comando duplo variável na admissão e no escape, a gasolina e/ou etanoldianteiro, transversal, quatro cilindros, 16 válvulas, comando duplo variável na admissão e no escape, a gasolina e/ou etanoldianteiro, transversal, quatro cilindros, 16 válvulas, comando duplo variável na admissão e no escape, a gasolina e/ou etanol
Número de cilindrosQuatro em linhaQuatro em linhaQuatro em linha
Número de válvulas16 (quatro por cilindro)16 (quatro por cilindro)16 (quatro por cilindro)
Taxa de compressão11:011:012:1
Cilindrada1.591 cm³1.591 cm³1.999 cm³
Potência123/130 cv a 6.000 rpm123/130 cv a 6.000 rpm156/166 cv a 6.200 rpm (gasolina/etanol)
Torque16/16,5 kgfm a 4.500 rpm16/16,5 kgfm a 4.500 rpm20/20,5 kgfm a 4.700 rpm
TransmissãoManual de seis marchasAutomática de seis marchasAutomática de seis marchas
TraçãoDianteiraDianteiraDianteira
DireçãoElétricaElétricaElétrica
Suspensão dianteiraIndependente tipo McPhersonIndependente tipo McPhersonIndependente tipo McPherson
Suspensão traseiraEixo de torçãoEixo de torçãoEixo de torção
Pneus e rodas dianteiros205/65 R16, liga leve de 16 polegadas215/60 R17, liga leve de 17 polegadas215/60 R17, liga leve de 17 polegadas
Pneus e rodas traseiros205/65 R16, liga leve de 16 polegadas215/60 R17, liga leve de 17 polegadas215/60 R17, liga leve de 17 polegadas
Freios dianteirosDiscos ventilados com ABS e EBDDiscos ventilados com ABS e EBDDiscos ventilados com ABS e EBD
Freios traseirosTambores com ABS e EBDTambores com ABS e EBDTambores com ABS e EBD
Tanque de combustível55 litros55 litros55 litros
Volume do porta-malas431 litros431 litros431 litros
Altura1,63 m1,63 m1,63 m
Comprimento4,27 m4,27 m4,27 m
Largura1,78 m1,78 m1,78 m
Entre-eixos2,59 m2,59 m2,59 m
Peso em ordem de marcha1.296 kg1.359 kg1.399 kg
Carga útil461 kg430 kg415 kg
Altura livre do solo19 cm19 cm19 cm