Depois da apreensão de um Uno Mille com R$ 9 milhões em multas, os policiais militares do Comando de Policiamento de Trânsito da Capital (CPTran), que atuam na equipe de Busca e Apreensão do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) apreenderam na manhã desta quinta-feira (8) um Volkswagen Gol com mais de 2 mil infrações, que superam os R$ 16 milhões em débitos, entre multas e impostos.

A apreensão ocorreu por volta das 10h durante fiscalização no cruzamento das avenidas Aricanduva e Ragueb Chohfi, na zona leste da capital paulista. É o quinto carro com grande número de multas e pendências milionárias apreendido pela fiscalização em um mês.

O Gol 1.0 prata, de ano/modelo 2007/2008, está registrado na capital. O veículo tem R$ 16.226.906,42 em pendências, sendo R$ 16.222.715,98 (99,97% do total) em multas de competência da prefeitura. São 2.118 multas municipais, a maioria delas referentes a rodízio, circulação em faixa exclusiva e excesso de velocidade.

Boa parte dos débitos ocorreu porque a pessoa jurídica proprietária do veículo não indicou o condutor que cometeu as infrações. Nesse caso, a legislação federal de trânsito prevê que uma multa com o valor multiplicado pelo número de vezes que aquela mesma infração se repetiu nos últimos 12 meses. Ou seja, se o veículo foi multado por avançar o sinal vermelho dez vezes no último ano, será aplicada um multa por não indicação de condutor no valor de R$ 2.934,70 – o valor original de R$ 293,47 multiplicado por dez.

Em um mês, outros quatro veículos com pendências milionárias foram apreendidos pela equipe de fiscalização do Detran.SP:

• GM Kadett Ipanema GL, ano 1996, registrado na capital, apreendido em 19/11 na avenida Radial Leste. Tem R$ 1.528.338,58 em pendências (multas, taxas e licenciamento), sendo R$ 1.527.619,99 em multas de competência das prefeituras. São 612 multas municipais, a maioria por desrespeito ao rodízio e circulação em faixa exclusiva.

• Fiat Uno Mille, ano 2007 e modelo 2008, registrado na capital, apreendido em 25/11 na avenida Senador Teotônio Vilela (zona sul da capital). Tem R$ 9.038.872,87 em pendências, sendo R$ 9.037.147,79 em multas de competência das prefeituras. São 1.614 multas municipais, a maioria delas referente a excesso de velocidade e avanço de semáforo.

• Peugeot Hoggar Escapade, ano 2011 e modelo 2012, registrado em Guarulhos, apreendido em 18/11 na marginal Tietê, sentido rodovia Castelo Branco, nas proximidades da ponte da Casa Verde, na zona norte da capital. O carro tem R$ 9.114.975,27 em pendências, sendo R$ 9.111.515,40 em multas de competência das prefeituras. São 1.833 multas municipais, a maioria delas referente a excesso de velocidade, avanço de semáforo, conversão proibida e circulação em faixa exclusiva.

• Fiat Fiorino, ano 2002, apreendido em 8/11 na ponte da Vila Guilherme, na marginal Tietê, zona norte da capital. Tem R$ 2,7 milhões em pendências. São 1.174 multas de competência das prefeituras. Maioria por excesso de velocidade, desrespeito ao rodízio municipal e desrespeito à faixa exclusiva de ônibus.

Juntos, os cinco veículos apreendidos totalizam R$ 38,6 milhões em multas, taxas e impostos e mais de 7.350 multas. Todos eles foram apreendidos por falta de licenciamento anual.

Foto: Detran.SP