Apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo 2016, o Renault Captur fabricado em São José dos Pinhais (PR) começou a ser vendido na Argentina antes do lançamento no Brasil, que será no primeiro trimestre de 2017. O SUV desembarca no país vizinho com preço inicial de 415 mil pesos (cerca de R$ 91.170 em conversão direta).

A versão de entrada oferecida no mercado argentino, batizada de Zen, já sai de fábrica equipada de série com rodas de liga leve de 17 polegadas, airbags frontais e laterais, central multimídia com tela de sete polegadas, controles eletrônicos de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, espelhos externos com rebatimento elétrico, chave presencial, piloto automático, sensor de estacionamento traseiro e ganchos Isofix para a fixação de cadeirinhas infantis no banco traseiro.

Já a configuração topo de linha Intens, de 450 mil pesos (R$ 98.900), adiciona rodas de 17 polegadas com acabamento diamantado, câmera de ré, ar-condicionado digital, bancos de couro, sensor de chuva e faróis com acendimento automático.

As duas variantes são equipadas com o motor 2.0 16V a gasolina de 143 cv e câmbio manual de seis velocidades.

Para o Brasil, o Captur já está sendo oferecido em regime de pré-venda apenas para 400 unidades da versão Intense com motor 2.0 16V flex de 148 cv e transmissão automática de quatro marchas, que parte de R$ 89 mil (pode chegar a R$ 95 mil com opcionais). Baseado na plataforma do Duster, o SUV também terá configurações mais baratas, equipadas com o novo propulsor 1.6 SCe flex de 120 cv e opções de câmbio manual de seis marchas ou CVT.

Fotos: Divulgação