Apresentado como uma homenagem ao Gol GT 1.8 da década de 1980, o Gol GT Concept foi o grande destaque da Volkswagen no Salão do Automóvel de São Paulo 2016, que terminou no último domingo (20). A aceitação do público foi tão positiva, que uma versão de produção baseada no conceito chegou a ser cogitada, mas a Volks deu a entender que o carro não passaria mesmo de um exercício de design. No entanto, segundo a matéria apurada pelo jornalista João Anacleto e publicada na edição 59 da revista Auto Fácil, o CEO da Volkswagen do Brasil, David Powels, autorizou a fabricação do Gol GT como uma série especial, limitada a 500 unidades, para marcar a despedida da atual geração do compacto.

Sendo assim, o Gol GT chegará ao mercado no final de 2017, meses antes do lançamento da nova geração, que será baseada no Polo europeu e construída sobre uma variante da plataforma modular MQB. A motorização da série especial ainda é um mistério, mas o conceito exposto do Salão do Automóvel é equipado com o 1.0 de três cilindros de 82 cv,conforme revelado pelo site Primeira Marcha.

Na versão de produção, é provável que a Volkswagen adote o 1.6 8V de 106 cv ou, na melhor das hipóteses, o 1.6 16V de 120 cv utilizado nas versões mais caras do Fox. Porém, não custar sonhar com o 1.0 TSI de 125 cv de potência e 20,4 kgfm de torque doGolf Comfortline. Ou até mesmo vislumbrar o 1.4 TSI de 150 cv debaixo do capô do Gol GT. Entretanto, é difícil imaginar a Volkswagen revertendo recursos para a homologação de um novo conjunto mecânico para o final do ciclo da atual geração do Gol.

Em termos visuais, o carro de produção deverá ser bastante semelhante ao conceito, mas um pouco mais discreto nos detalhes. Na dianteira, o Gol GT Concept traz grade do tipo “colmeia” (uma característica dos esportivos da Volks), para-choque com grandes tomadas de ar, que acentuam a esportividade, e luzes de LED de uso diurno. Os faróis possuem refletor duplo e são do tipo “full LED” (improváveis no carro de produção devido o alto custo).

As rodas são de liga leve de 18 polegadas com acabamento diamantado. Na traseira, uma faixa na cor preta liga as lanternas escurecidas e o aerofólio duplo agrega a terceira luz de freio. No vidro traseiro, o adesivo com o logotipo “GT” é outra referência ao Gol GT de 1984.

O interior do Gol GT Concept foi bastante inspirado na cabine do Golf GTI e ainda recebeu bancos esportivos em formato de concha –com o emblema “GT”. O volante é o mesmo do GTI, com a base reta e o emblema gravado.

Fotos: Divulgação e Guilherme Silva