A Ford apresentou, na madrugada desta terça-feira (15), o EcoSport reestilizado em Los Angeles, em um evento que marca a estreia do SUV compacto nos Estados Unidos. O jipinho com visual atualizado chegou a ser cogitado como a principal atração da Ford no Salão do Automóvel de São Paulo, mas a marca preferiu deixar a surpresa para o Salão de Los Angeles, que começa na próxima sexta-feira (18).

Na imagens, o EcoSport adota a nova identidade visual da Ford, caracterizada pela dianteira com grade hexagonal e luzes de neblina em formato de gota. Na versão destinada ao mercado norte-americano, o SUV perde uma de suas marcas registradas: o estepe pendurado na tampa traseira.

Nos Estados Unidos, o EcoSport ficará posicionado abaixo do Escape (baseado na plataforma do Focus) na gama de utilitários esportivos da Ford para competir com Chevrolet Trax (chamado deTracker no Brasil), Jeep Renegade, Nissan Juke, entre outros. Fabricado no Brasil, Romênia, Rússia e Tailândia, o EcoSport que abastecerá o mercado norte-americano deverá ser produzido em Chennai, na Índia. No país asiático é feito o modelo vendido na Europa.

O EcoSport estreia no mercado norte-americano nas versões S, SE, SES e Titanium com as opções dos motores a gasolina EcoBoost 1.0 turbo e Duratec 2.0 aspirada, acopladas a uma uma transmissão automática de seis marchas – aparentemente, o SUV deixa de oferecer a caixa automatizada PowerShift de dupla embreagem. A motorização mais potente conta com o sistema de tração integral de série.

Além disso, o EcoSport recebeu melhorias significativas no interior, como a adoção de materiais de qualidade superior e novo painel de instrumentos. A central multimídia Sync 3 agora conta com uma tela de 8 polegadas posicionada acima das saídas do ar-condicionado e é compatível com os sistemas Apple Car Play e Android Auto.

A estreia do modelo no Brasil será no começo do ano que vem, possivelmente estreando o motor Dragon de três cilindros de 1.5 litro aspirado no lugar do Sigma 1.6 de 115 cv.

Fotos: Divulgação