A Renault aproveitou o Salão do Automóvel de São Paulo para apresentar várias novidades. Além dos prometidos Kwid, Captur e Koleos, a marca lançou novas motorizações para a dupla Sandero e Logan.

São dois novos motores: 1.0 SCe (Smart Control Efficiency) de três cilindros e 1.6 SCe de quatro cilindros. Segundo a marca, os blocos se destacam pelo baixo consumo de combustível.

Com bloco de alumínio, o motor 1.0 SCe oferece mais desempenho, com consumo até 19% menor, em comparação com a motorização anterior. A potência máxima é de 82 cv com etanol e 79 cv com gasolina. Este novo motor, desenvolvido no Brasil e membro de uma nova família mundial de motores da Aliança Renault-Nissan, usa duplo comando de válvulas variável, na admissão e no escape. Já o motor 1.6 SCe também ficou mais potente, oferecendo 118 cv com etanol e 115 cv com gasolina para a linha Sandero e Logan e 120 cv com etanol e 118 cv com gasolina para os veículos Duster e Duster Oroch, com um consumo até 21% menor.

Além dos motores, outras tecnologias incorporadas aos veículos os tornam ainda mais eficientes. Entre eles estão a direção eletro-hidráulica, proporcionando uma condução mais leve em manobras e menor consumo de combustível. Outro destaque é a substituição da correia pela corrente de distribuição, que tem durabilidade para toda a vida útil do veículo, e o sistema ESM (Energy Smart Management) de regeneração de energia, solução inspirada na Fórmula 1 que visa a redução do consumo.