Descontinuado em janeiro, após ser produzido por 68 anos, o Land Rover Defender ficou conhecido pela sua valentia ao enfrentar terrenos acidentados. É quase impossível não lembrar do jipe atravessando as savanas africanas ou encarando trilhas lamacentas. Mas uma empresa norte-americana especializada na customização do Defender decidiu dar doses extras de potência e requinte ao utilitário.

A East Coast Defender, sediada no estado da Flórida, simplesmente instalou um motor LS3 de 6.2 litros V8 a gasolina no SUV inglês. O propulsor herdado do Chevrolet Corvette desenvolve aproximadamente 430 cv de potência e trabalha associado a um câmbio automático de seis velocidades. As marchas são acionadas por meio de botões instalados no console central. Batizado de Project XIII, o jipe ainda pode receber uma caixa de transferência Rover LT230, diferencial de deslizamento limitado e novos eixos feitos de aço de alta resistência.

Por fora, o Defender 110 Project XIII exibe um visual predominado por elementos escurecidos, como as rodas de liga leve pintados de preto e calçadas em pneus BF Goodrich Radial All-Terrain KO2 para uso no fora-de-estrada.

O utilitário conta ainda com faróis de LED, guincho elétrico no para-choque dianteiro, janelas laterais traseiras panorâmicas, bancos revestidos de couro, volante esportivo da marca Momo, câmera de ré, sensores de estacionamento, central multimídia Alpine e sistema de áudio incrementado com 13 alto-falantes JBL. Os preços das modificações não foram reveladas.

Fotos: Divulgação