A Mitsubishi apresentou nesta semana a nova geração da picape L200, batizada de L200 Triton Sport e oferecida em três versões com preço entre R$ 131.990 e R$ 174.990. O modelo será fabricado em Catalão, Goiás, e conviverá com a versão atual. Embora a picape seja completamente nova, o seu visual mantém o desenho da geração anterior, se diferenciando apenas pelos novo conjunto óptico e grade dianteira.

+ L200 Triton Sport HPE Top — R$ 174.990
+ L200 Triton Sport HPE — R$ 164.990
+ L200 Triton Sport GLS — R$ 131.990

Sendo assim, a nova L200 se posiciona acima da atual, que custa entre R$ 91.990 (2.4 flex Outdoor) e R$ 146.990 (3.2 TD Savana A/T).

Para tentar animar as vendas do modelo, a empresa japonesa adotou um novo motor turbodiesel feito em alumínio. O propulsor 2.4 litros de quatro cilindros é capaz de produzir 190 cv e 43,8 kgfm de torque.

Em termos de equipamentos, a versão topo de linha da nova L200 traz faróis de bixenônio com DRL (luz de LED diurna); nove airbags; espelho com rebatimento elétrico; ar-condicionado de duas zonas; sistema multimídia com tela tátil de sete polegadas; botão de ignição para partida sem chave; revestimento em couro; banco do motorista com regulagem elétrica; coluna de direção ajustável em altura e profundidade; controlador de velocidade; volante multifuncional; câmera de ré e sensores de chuva, luminosidade e estacionamento. Apesar da enorme lista, a variante de entrada conta apenas com dois airbags, bancos em tecido e regulagem manual do banco do motorista.

No quesito segurança, a nova geração da picape inclui de série o controle de tração e estabilidade; sistema de freios completo, com ABS e EBD e assistente de partida em rampa.

PRIMEITAS IMPRESSÕES

A marca japonesa convidou a imprensa especializada para testar a nova L200 Triton Sport. Como era de se esperar de uma nova geração, houve muitas melhorias em relação ao modelo anterior, especialmente na suspensão.

Apesar de ainda não oferecer o “conforto de carro”, característica que todas as marcas querem passar as suas picapes médias, a viagem à bordo da L200 ficou mais agradável. A suspensão filtra bem as imperfeições do solo, mas ainda gera um pouco de chacoalhões na estrada. Já no off-road, fica clara a evolução do conjunto.

A viagem agradável a bordo da L200 Triton Sport também é mérito do seu isolamento acústico. Isso porque a picape recebeu diversos reforços nesse sentido, o que torna a viagem mais silenciosa. Até mesmo o tradicional barulho do motor a diesel é abafado na nova picape.

Por falar em motor, o novo bloco um 2.4, feito completamente de alumínio, gera 190 cv de potência e entrega 43,8 kgfm de torque. Os números garantem bom desempenho à picape. As arrancadas e retomadas são feitas com vigor.

No entanto, o motor é conectado a um câmbio automático de cinco velocidades e isso pesa contra a picape. Na estrada, após atingir o limite de velocidade, o motor trabalha acima dos 2.500 rpm, o que poderia ser atenuado se houvesse uma sexta marcha. No modo manual as trocas podem ser feitas por meio dos paddle shifts atrás do volante.

O seletor de tração também trouxe novidades: agora a picape conta com a tração 4×4 para o asfalto, ideal para usar em dias de chuva, por exemplo. Para o off-road, a caixa reduzida também está presente, porém com seleção eletrônica. Durante os testes na terra, a reduzida cumpriu bem sua função, garantindo que a L200 vencesse todos os obstáculos propostos.

Por fim, a direção também passou por ajustes. Apesar de ainda não ter ganho assistência elétrica, a direção hidráulica está bem mais leve, garantindo comandos mais diretos e uma condução mais equilibrada.

Fotos: Divulgação