Lançado há um ano e cinco meses, o Jeep Renegade atingiu a marca de 75 mil unidades vendidas no mercado brasileiro. O número coincide com o aniversário de 75 anos da Jeep, comemorado mundialmente neste ano. “Estávamos ansiosos por atingir essa meta, justamente no ano em que celebramos os 75 anos da marca”, comemora Sérgio Ferreira, diretor-geral da Jeep para a América Latina.

Somando as unidades exportadas para outros países da América Latina, a fábrica de Goiana, em Pernambuco, já produziu mais de 85 mil exemplares do SUV. O Renegade figura entre os dez automóveis mais vendidos no Brasil em 2016 e é o responsável por colocar a Jeep no top 10 das marcas com maior número de emplacamentos no país. “O ritmo de vendas continua intenso, o sucesso é inegável, e o mais curioso é e impressão geral de que esses 75 mil Renegade não se escondem nas ruas. Muito pelo contrário, eles saltam aos olhos de todos e encantam pelo estilo absolutamente autêntico”, completa Sérgio Ferreira.

Além das versões Sport, Longitude e Trailhawk, o Renegade vem sendo oferecido desde o início de agosto na edição especial 75 Anos, limitada a 2 mil unidades. Disponível com os motores 1.8 flex (R$ 88.890) e 2.0 turbodiesel (R$ 116.890), o Renegade 75 anos é baseado na versão Sport, com o acréscimo de equipamentos das versões superiores, como rack de teto, rodas de 17 polegadas, além de diferenciais estéticos: acabamento na cor bronze na grade frontal, nas molduras dos para-choques, nas rodas, nos racks de teto e nos logotipos.

A lista de equipamentos de série inclui assistente de partida em rampa, controles de estabilidade, piloto automático, faróis e luz traseira de neblina, freio de estacionamento eletrônico, tela multifuncional configurável no painel de instrumentos e sistema de áudio Uconnect com seis alto-falantes, USB e Bluetooth.

Fotos: Divulgação