Uma concessionária britânica chamou atenção após anunciar o último Renault Megane RS. Tanto a imprensa nacional, como a internacional, noticiaram que a loja pede US$ 42,1 mil pelo modelo. Mas há um erro nessa informação. Esta não é a última unidades do esportivo, uma vez que a marca levou um lote de 150 carros para Argentina no começo de Agosto.

Em ambos os casos trata-se de unidades 275 Cup-S, equipadas com motor 2.0 quatro cilindros de 275 cv e 36,6 kgfm. Portanto, a mesma motorização do Trophy-R, que bateu o recorde de volta mais rápida em Nurburgring para carros de tração dianteira com o tempo de 7:75.36

Os modelos se diferenciam apenas pelas rodas, já que o britânico está equipado com rodas de 19 polegadas, que são vendidas como opcionais, enquanto as unidades argentinas contam com rodas de 18 polegadas. De resto, a lista de equipamentos são iguais. Portanto, estão disponíveis freios a disco nas quatro rodas, teto solar, controles eletrônicos de estabilidade e de tração, ar-condicionado e seis airbags.

Outra diferença está no preço. Enquanto no Reino Unido o modelo custa US$ 42,2 mil, ou seja, R$ 135,9 em conversão simples, na Argentina o mesmo carro custa 730 mil pesos, o equivalente a R$ 158,7 mil. A produção da terceira geração do Renault Megane RS foi encerrada há cerca de um mês.