A Renault já confirmou a fabricação do Kwid no Brasil e também revelou que o modelo será mais pesado, melhor acabado e mais seguro que a versão indiana. Há expectativa que o motor 0.8 esteja presente na gama brasileira. Esse bloco rende 54 cv e entrega 7,3 kgfm de torque. O destaque fica pelo consumo: 25 km/l.

Agora, a marca francesa apresentou uma nova motorização para o mercado indiano. Trata-se do novo motor 1.0 com 68 cv de potência e 9,5 kgfm de torque. Portanto, por lá, o Kwid conta com 9,7 kg/cv. Se essa proporção for mantida, a expectativa é que o motor brasileiro renda 78 cv com gasolina e um pouco acima dos 80 cv com etanol. Com este propulsor, o compacto faz 23 km/l na Índia.

Um dos destaques do Kwid é o espaço interno, são 2,42 cm de entre-eixos, mesmo medindo 22 cm a menos que um Volkswagen Gol. O porta-malas, de acordo com a Renault indiana, é de 300 litros.

O Kwid será uma das armas da marca, assim como Captur e Koleos para crescer ainda mais no país. Atualmente a participação da Renault no Brasil é de 7,4%, seu objetivo é de 10% de representatividade. Vale destacar que no primeiro semestre deste ano a participação da marca cresceu 13% no País.

Fotos e informações: Indian Auto Blog