As picapes geralmente são relacionadas ao trabalho pesado e à capacidade de enfrentar terrenos acidentados, mas alguns modelos deram origem a versões com mecânica preparada e desempenho de tirar o fôlego. Confira na lista abaixo alguns exemplos de “superpicapes” capazes de deixar muito carro esportivo comendo poeira:

Dodge RAM SRT-10

Se as versões convencionais da RAM já intimidam, imagine uma equipada com o motorzão de 8.3 litros V10 do superesportivo Viper. O propulsor de 507 cv de potência e mais de 70 kgfm de torque era capaz de levar a RAM SRT-10 cabine simples aos 100 km/h em 4.9 segundos e aos 249 km/h de velocidade máxima. O modelo era oferecido com câmbio manual de seis marchas e automático de quatro velocidades.

Ford F-150 SVT Lightning

A primeira Ford F-150 SVT Lightning foi apresentada em 1993 com um motor de 5.8 litros V8 a gasolina de 243 cv, mas deu um salto em potência e desempenho a partir da geração seguinte (a das fotos), quando recebeu um V8 de 5.4 litros Supercharged de 360 cv. Após receber melhorias, o propulsor superou os 380 cv em 2001. O modelo atingia os 100 km/h em 5.2 segundos e os 248 km/h de velocidade final.

Toyota Tundra TRD Supercharged

Em 2008, um teste da revista norte-americana Motor Trend surpreendeu a mídia especializada e os seus leitores ao divulgar que a picape da marca japonesa conseguiu acelerar de 0 a 60 milhas por hora (0 a 96 km/h) em apenas 4.4 segundos. Na época, os números aferidos pela revista foram bastante contestados, mas na internet é possível encontrar vídeos que mostram a Tundra TRD Supercharged desafiando esportivos em provas de arrancada. O que faz a picape andar tanto? Um motorzão de 5.7 litros V8 a gasolina sobrealimentado com compressor mecânico, que gera 506 cv de potência e 56 kgfm de torque.

GMC Syclone

A versão esportiva da primeira geração da GMC Sonoma (versão rebatizada da Chevrolet S10) era equipada com um motor de 4.3 litros V6 turbo de 280 cv de potência e 48 kgfm de torque. Acoplado a uma caixa automática de quatro marchas, o propulsor levava a picape de 0 a 100 km/h em 4.3 segundos. Com apenas 2.995 unidades produzidas entre o final de 1991 e o início de 1992, a Syclone surpreendeu o mundo ao superar a Ferrari 348 GTB da mesma época na prova de aceleração.

Ford F-150 Raptor

Se na geração anterior a versão extrema da Ford F-150 já surpreendia com o antigo motor 6.2 V8 aspirado de 416 cv, agora o novo modelo ficou ainda melhor com o 2.7 V6 EcoBoost de 456 cv dotado de turbo e injeção direta. Totalmente feita em alumínio, a picape é equipada com um moderno câmbio automático de 10 marchas e suspensões reforçadas e de maior curso, que permitem atingir altas velocidades em terrenos acidentados.

HSV Maloo R8

A divisão de alto desempenho da Holden (subsidiária australiana da General Motors) oferece em seu país uma versão insana da picape derivada do Commodore, o sedã que foi vendido no Brasil como Chevrolet Omega até 2012. O modelo é equipado com o motor LSA de 6.2 litros V8 Supercharged, emprestado do Corvette. O propulsor de 543 cv de potência e 67 kgfm de torque traciona as rodas traseiras da picape, que atinge os 100 km/h em pouco mais de 4 segundos.

Ford Falcon Ute XR8

Assim como a HSV Maloo, a Falcon XR8 é uma Ute (picape derivada de carro de passeio) também baseada em um sedã. O seu motor é um V8 de 5.0 litros Supercharged (compressor mecânico) de 455 cv de potência e 58 kgfm de torque, que proporcionava uma aceleração de 0 a 100 km/h na casa dos 6 segundos. Atualmente, a picape é oferecida apenas com o seis-em-linha de 4.0 litros turbo, que gera “apenas” 367 cv.

Fotos: Divulgação