A Nissan está apostando na recuperação da economia brasileira e também no crescimento de mercados emergentes da América do Sul. Tanto é que pagou cerca de US$ 250 milhões para ser o principal patrocinador dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

A informação foi revelada pelo site Detroit News, que também entrevistou o chefe da aliança Renault-Nissan, Carlos Ghosn. Segundo o executivo, a ofensiva na América do Sul será liderada pelo Nissan Kicks. Ainda de acordo com a entrevista, nos próximos 12 meses a expectativa é vender até 50 mil unidades do modelo recém-lançado, aumentado a participação do mercado em 50%.

“Como Nissan, precisamos melhorar a notoriedade da marca, o que obviamente não é o caso para alguns de nossos concorrentes que são muito bem-estabelecidos. Participar nos Jogos Olímpicos é uma boa maneira de aumentar essa consciência, especialmente quando você tem novos produtos e boas coisas para contar ao público “, afirmou Goshn.

Vale lembrar que o Kicks teve seu projeto elaborado em parceria com os engenheiros e designers da marca no Brasil. O SUV da Nissan é equipado com um motor de 1.6 litro de 16 válvulas flex, que gera 114 cv de potência a 5.600 rpm e 15,5 kgfm de torque a 4.000 rpm (o mesmo de March e Versa) e câmbio CVT.

Veja o comparativo do Carsale entre o Nissan Kicks, Honda HR-V e Jeep Renegade.

Fotos: Divulgação