Em novembro do ano passado a Toyota apresentou a nova geração da picape Hilux. Na ocasião, a marca programou o lançamento das versões flex apenas para o segundo semestre de 2016.

E a promessa acaba de ser cumprida. A linha flex 2017 da Hilux e SW4 já disponível na rede de concessionárias da marca em todo o Brasil a preços que variam de R$ 111.700 a R$ 131.200 (veja mais detalhes da gama aqui). A picape estreia equipada com o bloco 2.7 litros flex de163/159 cv de potência (etanol/gasolina) a 5.000 rpm e torque máximo é de 25 kgfm (com álcool e gasolina), sempre a 4.000 rpm.

A Hilux flex conta com três versões cabine dupla: SRV com tração 4×4, SRV 4×2 e SR de tração 4×2. Todas são equipadas com transmissão automática de seis velocidades sequencial, o que torna a Hilux a única opção no segmento de picapes Flex disponível com câmbio automático.

PRIMEIRAS IMPRESSÕES

Com essas mudanças, a expectativa era ao menos de uma picape mais econômica. Porém, durante os testes na cidade de Atibaia, o medidor não passou dos 5.3 km/l. O teste drive organizado pela marca teve cerca de 30 km, sendo 10 km em estrada e 20 km em ruas de terra.

Quando o assunto é desempenho, o comportamento da Hilux é apenas competente. Em alguns momentos de retomadas o câmbio se confunde e demora para responder. Nessas situações, a troca manual pode auxiliar. Ainda assim, o ruído do motor invade a cabine, causando desconforto.

A mudança mais notória, sem dúvidas, está na suspensão. Com curso total de 520 mm (50 mm a mais) que na geração anterior, o sistema é responsável por garantir um comportamento mais parecido com o de um carro de passeio. Com isso, as chacoalhadas provocadas pela traseira, típicas em picapes, foram atenuadas em pisos irregulares.

A versão de entrada SR 4×2 (R$ 111.700) avaliada pelo Carsale traz os principais itens de série: ar-condicionado manual; banco do motorista com ajuste de distância, inclinação e altura; coluna de direção com regulagem de altura e profundidade; controle de velocidade de cruzeiro, direção hidráulica progressiva; farol alto de halogênio com nivelamento manual;, faróis de neblina dianteiros; modos de condução ECO e Power; protetor de caçamba; retrovisor externo com regulagem elétrica; rodas de liga leve de 17 polegadas; tela multimídia de 7 polegadas sensível ao toque com sistema de navegação (GPS) integrado; sistema de entretenimento de vídeo integrado ao painel com TV Digital e leitor de DVD; rádio com CD Player/MP3; câmera de ré; conexões Bluetooth, USB e AUX; volante com comandos integrados; airbags frontais e de joelho para motorista; freios ABS com EBD; sistema ISOFIX de fixação de cadeira infantil.

Embora a lista de equipamentos de série não seja básica, levando em consideração uma picape desse porte e preço, a Hilux poderia oferecer mais itens de conveniência e segurança.

Fotos: Divulgação